Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Janaina se emociona com relato de Botelho sobre Covid-19 e faz apelo por respeito à quarentena

Da Redação - Érika Oliveira

14 Jul 2020 - 18:13

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Janaina se emociona com relato de Botelho sobre Covid-19 e faz apelo por respeito à quarentena
A deputada Janaina Riva (MDB) aproveitou o relato do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (MDB), sobre como tem sido sua experiência após a infecção pelo coronavírus, para reforçar a necessidade de uma quarentena mais rígida para conter o avanço da doença no Estado. A emedebista lembrou da angústia dos mais de 100 pacientes que aguardam por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso e criticou a condução das ações do Poder Executivo frente à pandemia.
 
Leia mais:
Botelho admite que subestimou a Covid-19 e informa que está 50% dos pulmões comprometidos
 
“Eu me emocionei ouvindo o depoimento do nosso presidente e imaginem vocês o que estão passando os nossos cidadãos neste momento. Em alguns dias nós já acumulamos uma fila de mais de 100 pacientes aguardando uma UTI. Eu quero aqui fazer coro do que disseram meus colegas: ‘todos nós subestimamos a Covid-19’. E infelizmente Mato Grosso não se preparou da maneira adequada”, disse a deputada, durante sessão remorta na tarde desta terça-feira (14).
 
Botelho, que está internado em uma unidade semi-intensiva do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, também participou da sessão. Ofegante e tossindo bastante, o presidente do Legislativo afirmou que está com mais de 50% do pulmão comprometido e que chegou a tomar o chamado “kit Covid” recomendado pelo médico Carlos Carretone, mas que os medicamentos - entre eles Azitromicina e Ivermectina - não impediram o avanço da doença.
 
“Não tinha dificuldades para respirar, não sentia dor. Apenas o peso na cabeça. Isso seguiu até quinta-feira, quando acabou os cinco dias tomando o kit. Na sexta-feira, fiz uma tomografia e constatou o comprometimento do pulmão em torno 10%. De domingo para segunda-feira tive muita febre, calafrios. Tive que levantar a noite para tomar banho. A febre veio acima de 40º. Então fiz uma nova tomografia, que apontou mais de 50% de comprometimento [do pulmão]”, contou Botelho, que permanecerá internado por tempo inderteminado.
 
Conforme o próprio parlamentar, sua ida para São Paulo se deu em razão da “aflição” que sentiu ao saber que poderia precisar de um leito de UTI e não encontrar em Mato Grosso. Botelho também disse que subestimou a gravidade da doença.
 
“Esse isolamento é fundamental. A gente entende a crítica do comércio quando ouve falar em lockdown, porque no início, na minha opinião de forma precipitada houve um fechamento praticamente geral no Estado. E agora, eles [empresários] estão sofrendo as consequência no momento que mais precisamos de fazer esse isolamento. Mas é importante reforçar que a população precisa ficar em casa, porque não temos UTI”, pontuou Janaina Riva.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet