Olhar Direto

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

No epicentro da pandemia, Emanuel diz que vai reavaliar horário de bares na próxima segunda-feira

Da Redação - Isabela Mercuri

29 Jul 2020 - 12:03

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

No epicentro da pandemia, Emanuel diz que vai reavaliar horário de bares na próxima segunda-feira
O prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que as medidas restritivas de horário de funcionamento de bares e restaurantes serão as primeiras a serem reavaliadas na próxima segunda-feira (4), quando o decreto emitido pela Prefeitura completará uma semana em vigor. Segundo ele, o setor, que hoje pode funcionar somente até às 21 horas, é um dos mais prejudicados.

Leia também:
Emanuel estabelece horário de funcionamento do comércio e retoma toque de recolher em Cuiabá
 
Emanuel deu esta declaração na manhã desta quarta-feira (29) no programa Chamada Geral, após ouvir um desabafo de uma dona de restaurante. Sem se identificar, ela questionou se o “vírus não saía depois das 21h”, e disse que os restaurantes mantém mais protocolos de biossegurança do que os supermercados. Além disso, afirmou que não compensa abrir seu estabelecimento à noite para funcionar somente por três horas.
 
“O vírus não circula, quem circula são as pessoas. E a vida noturna, e especialmente a vida noturna cuiabana é muito intensa. É durante a noite que você relaxa mais tomando sua cervejinha, reunido com os amigos, aglomerando, abraçando, beijando, e nesse momento, isso está muito bem avaliado no comitê de enfrentamento à Covid-19, nesse momento o vírus encontra um campo muito maior e mais rápido de propagação e de contágio”, explicou o prefeito.
 
O emedebista ainda relembrou as imagens dos bares da Praça Popular no último final de semana. “Eu não posso baixar um decreto para cada bar, para cada restaurante. É preciso ser tomada uma medida geral para conter, para proteger a saúde e a vida das pessoas. Muita gente relaxa, muita gente é negligente, muitas pessoas não estão dando a gravidade e a seriedade que o novo coronavírus representa na saúde da população”, lamentou.
 
Apesar disso, o prefeito reiterou que vai avaliar novamente as condições na próxima segunda-feira (4), e pode aumentar o horário de funcionamento do setor. Atualmente, Mato Grosso está no epicentro da pandemia no país. São Paulo, que já foi o epicentro e hoje encara diminuição no número de novos casos e mortes, limitou o horário de funcionamento de bares e restaurantes (que reabriram no início de julho) para somente até as 17 horas.
 
Na capital paulista, o setor também reivindica mudança nos horários. Um manifesto apoiado pelo Sindicato de Restaurantes e Bares de São Paulo foi divulgado no último final de semana pedindo o funcionamento à noite. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet