Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Coronel manterá chapa e assegura apoio de Bolsonaro: ‘Qual pré-candidato foi recebido no Alvorada?’

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

06 Ago 2020 - 07:33

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Coronel manterá chapa e assegura apoio de Bolsonaro: ‘Qual pré-candidato foi recebido no Alvorada?’
Única novata na disputa pela vaga da senadora cassada Selma Arruda (Podemos) na disputa suplementar, que irá acontecer junto com a eleição municipal, em novembro, a coronel Fernanda (Patriotas) irá manter o ex-deputado federal Victório Galli e o tenente Luciano Esteves como seus suplentes. Ela também garantiu que Jair Bolsonaro (sem partido) ainda a apoia e que nada mudou desde o mês de março, quando o próprio presidente da República pediu para que a população mato-grossense votasse nela.
 
Leia também
Xuxu Dal Molin confirma candidatura a prefeito; mais deputados devem ir às urnas este ano

 
Desde que foi lançada como candidata no mês de março deste ano, em convenção para eleição suplementar que iria acontecer em abril, mas por conta da pandemia do novo coronavírus precisou ser adiada para o mês de novembro, a coronel, que até então era desconhecida no meio político, causou incomodo nos concorrentes, por ter o apoio declarado do presidente da República.
 
Nos últimos dias, no entanto, nos bastidores da política mato-grossense, surgiu uma conversa de que Bolsonaro, pressionado por alguns setores, como o da igreja evangélica, recuou e que irá apoiar o empresário Reinaldo Moraes (PSC).
 
Ao Olhar Direto, a coronel disse que o apoio declarado do presidente em março causou incomodo em muitas pessoas e que desde então ela vem sendo alvo de fake news, pelo fato de ser nova na política e por ter Bolsonaro, que teve enorme votação dos eleitores de Mato Grosso em 2018, em seu palanque.
 
“Existe muita fake News sobre isso. Muitos falam que vão ter apoio do presidente, mas qual foi o único pré-candidato recebido por ele no Alvorada? Existe algum outro candidato que já teve o apoio declarado por ele em algum vídeo?”, questionou a militar.
 
No mês de julho, ao ir para Brasília (DF) participar para Jesus, a coronel, ao lado do candidato a primeiro-suplente Victório Galli (Patriotas), foram recebidos pelo presidente da República em seu gabinete no Palácio da Alvorada. Na ocasião, a policial militar explicou que foi discutir Mato Grosso com o presidente.
 
A pré-candidata ainda avaliou que o senador interino Carlos Favaro (PSD), que está substituindo temporariamente a senadora cassada Selma Arruda até a escolha de um novo senador, está investindo muito em propaganda e pouco em serviço.

“Como cidadã, vejo que está tendo muita propaganda paga com dinheiro público, mas nem tanto serviço. Sei que ele teve apenas uma emenda, que ainda está sendo analisada”, concluiu.
 
A eleição suplementar para o Senado irá acontecer no dia 15 de novembro, junto com as municipais, que precisaram ser adiadas por causa da pandemia do novo cornavírus. Apesar de no mês de março, 12 partidos terem lançado candidaturas, algumas mudanças devem ocorrer até as convenções, que acontecem no fim de agosto.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet