Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Prefeito, servidor e mais dois são detidos com quatro armas de fogo e animais abatidos

Da Redação - Fabiana Mendes / Max Aguiar

07 Ago 2020 - 10:10

Foto: Divulgação - PMMT

Detalhe: Juvenal Alexandre da Silva.

Detalhe: Juvenal Alexandre da Silva.

O prefeito da cidade de Nova Marilândia, Juvenal Alexandre da Silva, de 75 anos, um servidor, de 48, que trabalha como motorista, e mais dois homens foram detidos, nesta quinta-feira (06), por porte ilegal de arma de fogo e caça predatória de animal silvestre, na cidade de Barra do Bugres (a 168 quilômetros de Cuiabá).

Leia mais:
Três irmãos morrem de coronavírus em menos de dois meses Mato Grosso

Segundo informações da ocorrência, uma equipe do Batalhão Ambiental realizava barreira policial na estrada que dá acesso a Comunidade São Mateus, quando deu ordem de parada ao motorista de uma caminhonete Toyota Hillux, com mais três homens dentro.

Os policiais iniciaram o procedimento de vistoria no veículo, quando encontraram a primeira arma de fogo, uma espingarda calibre 20, com dois cartuchos intactos. Depois encontraram um revólver calibre 38, com seis munições intactas, um rifle calibre 22, com carregador municiado, com seis munições intactas e uma espingarda calibre 36 com uma munição intacta.

Na inspeção na carroceria estavam duas pacas abatidas com arma de fogo dentro de um saco plástico. O proprietário do revólver alegou ter registro da arma, mas não possuía a documentação. Os policiais foram ainda até uma balsa, onde encontraram produtos usados na prática de caça de animais silvestres, além de lanternas, redes e facões.

Os homens não assumiram serem donos dos animais mortos, mas foram encaminhados à Delegacia de Polícia para as devidas providências.

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Nova Marilândia, mas não obteve retorno. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet