Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Emanuel Pinheiro repudia violência e afirma que ato afronta democracia

Da Redação - Arthur Santos da Silva

09 Ago 2020 - 07:23

Foto: Reprodução

Emanuel Pinheiro repudia violência e afirma que ato afronta democracia
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), repudiou ato de violência ocorrido durante a noite de sábado (8), no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá. Segundo o político, a ação afronta a democracia e a segurança de sua família.
 
Leia também 
Filho de empresária é preso após agredir segurança e ameaçar invadir casa de prefeito com arma branca; fotos e vídeo


“O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão e divergências políticas. O chefe do executivo reforça sua confiança nas autoridades policiais para apuração dos fatos para que se identifique a autoria dos atos que afrontam a democracia, sua família e sua segurança”, afirma nota divulgada ainda no sábado.
 
Homem identificado como Gustavo Lima Franco agrediu um segurança lotado na Regional Leste (que fica no bairro Jardim das Américas), quebrou a porta da unidade pública com um machado e se deslocava para casa do prefeito, mas acabou preso pela Polícia Militar. Posteriormente, ele foi encaminhado até à Delegacia da Polícia Civil.  O segurança agredido, de 42 anos, prestou queixa e foi submetido a exame de corpo de delito.
 
Em um vídeo, o segurança relata que estava trabalhando, quando viu o homem forçando a porta, com um pedaço de pau nas costas. Ele então questionou o suspeito, que perguntou se ele estava do lado de Emanuel Pinheiro. Tendo a resposta de que o homem sempre apoiou o prefeito, ele partiu para cima da vítima.
 
Gustavo Lima Franco, de 28 anos, é filho de uma empresária do setor imobiliário e acusado de ameaçar de morte o vereador Toninho de Souza (PSD) e sua família. Ele seria ligado ao movimento “Pró-Abílio” e estaria presente na última manifestação contra a cassação do parlamentar, na Câmara Municipal.
 
Nota
 
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão e divergências políticas. O chefe do executivo reforça sua confiança nas autoridades policiais para apuração dos fatos para que se identifique a autoria dos atos que afrontam a democracia, sua família e sua segurança.
 
Na noite de sábado (8/8), um homem, que já havia sido detido por ameaçar autoridades políticas, agrediu um segurança lotado na Regional Leste (que fica no bairro Jardim das Américas), quebrou a porta da unidade pública com um machado e se deslocava para casa do prefeito, mas acabou preso pela Polícia Militar. Posteriormente, ele encaminhado até à Delegacia da Polícia Civil.  O segurança agredido, de 42 anos, prestou queixa e foi submetido a exame de corpo de delito.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet