Olhar Direto

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Complexo Hospitalar intensifica cuidados com higiene e segurança após flexibilização

Da Redação - Bruna Bom

21 Ago 2020 - 14:30

Foto: Assessoria

Complexo Hospitalar intensifica cuidados com higiene e segurança após flexibilização
Com a reabertura do comércio e a flexibilização das medidas de isolamento social, o Complexo Hospitalar de Cuiabá (CHC) adotou protocolos mais rígidos de segurança e intensificou a higienização de suas dependências, além da criação de novos leitos. As medidas foram tomadas para garantir que os quadros suspeitos de Covid-19 possam ser atendidos, mantendo a segurança necessária aos pacientes de outras enfermidades.

Leia mais:
Como proteger as crianças de acidentes domésticos


O Complexo criou entradas individualizadas para pacientes e familiares que desejam ter acesso à recepção de internação, ao bloco dos consultórios, e outra diferenciada para pessoas com suspeita de Covid-19. 

Além do Pronto Atendimento, dentro do CHC existem mais de 40 consultórios, com múltiplas especialidades, laboratórios, área de exames de imagem, endoscopia e serviço de Hemodinâmica  que cumprem os protocolos de segurança e higiene.

Outra novidade implantada pelo hospital foi a criação de 12 leitos de UTI e aquisição de novos respiradores. Ao todo, são 22 leitos para casos de Covid-19, outros 12 para casos ainda sem confirmação e 12 leitos para pacientes que apresentam outros tipos de doenças, ou pós-operatórios que necessitam de cuidados intensivos.

"Desde o início de nossa gestão temos trabalhado para melhorar ainda mais nossa estrutura e ampliar nossa capacidade de atendimento, além de adquirir equipamentos de última geração para comodidade e segurança dos pacientes que estão no Complexo Hospitalar", aponta a diretora do CHC, Ele Kuhn.

A recomendação geral é para que população não deixe de procurar a unidade, seja em decorrência de infecção pelo novo coronavírus ou por qualquer outro problema de saúde.

Todos os procedimentos são realizados com instruções normativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Plano de Contingência foi elaborado pelo Comitê de Atendimento do Covid-19, criado para atender situações decorrentes da pandemia.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet