Olhar Direto

Terça-feira, 01 de dezembro de 2020

Notícias / Política MT

Heleno rebate críticas às queimadas no Pantanal e diz que é fácil apontar saída "atrás de mesa de bar"

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

22 Set 2020 - 18:00

Foto: Sérgio Lima

Heleno rebate críticas às queimadas no Pantanal e diz que é fácil apontar saída
O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Heleno, rebateu as críticas à atuação do Governo Federal em relação às queimadas no Pantanal, e disse que quem fica “atrás de uma mesinha de bar” acha que é fácil realizar este trabalho. Para o bolsonarista, o Governo Federal tem feito os investimentos necessários para acabar com o problema.

Leia também:
Imagens mostram 'antes e depois' de fazenda atingida por queimadas no Pantanal; veja

“É muito difícil de você criticar se você não conhecer muito bem a área, não souber as circunstâncias em que isso acontece... tem gente que está atrás de uma mesinha do bar e acha que é muito fácil terminar com desmatamento na Amazônia, acabar com a queimada no Pantanal... não é fácil”, afirmou, durante visita à Sinop (500km de Cuiabá), em Mato Grosso, na última semana.

Dados da ocupação do Pantanal apresentados pelo coordenador de Inteligência Territorial do Instituto Centro de Vida (ICV), Vinícius Silgueiro, mostram que 25% do território do bioma é ocupado por 32 grandes fazendas. Mais de 1,3 milhão de hectares foram queimados neste ano, ou seja, 22% do bioma.

Ainda segundo Heleno, as queimadas são parte de um “fenômeno” que acontece todos os anos e é muito difícil de ser extinto. “Pode ser melhor controlado? Sempre pode. Se a gente, até com os filhos da gente, pode controlar mais... mas é preciso investimento grande, às vezes esse investimento não consegue atingir tudo que é necessário, mas com o tempo eu tenho certeza que nós vamos corrigir alguma coisa disso e vamos melhorar. É lógico que esse ano foi um ano anormal. É só ver o tempo que nós estamos sem ter chuva. Brasília está há mais de cem dias, ou duzentos dias sem chuva. Aí é lógico, agrava muito a possibilidade de acontecer os incêndios, mas nós vamos enfrentar isso muito bem”.

Durante seu discurso no evento em Sinop, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que as queimadas eram “alguns focos”, e que quem criticava a gestão eram os ‘concorrentes do agro’. Heleno desconversou a afirmação do presidente: “O presidente não falou isso nunca... Ele falou que foram alguns focos que se espalharam. A gente sabe que a situação é grave hoje. Mas está sendo feito todo o esforço pra segurar”, afirmou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet