Olhar Direto

Quinta-feira, 03 de dezembro de 2020

Notícias / Política MT

Candidatos à Prefeitura de Cuiabá já receberam R$ 2,5 milhões de dinheiro público para campanha

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

22 Out 2020 - 18:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Candidatos à Prefeitura de Cuiabá já receberam R$ 2,5 milhões de dinheiro público para campanha
Seis dos oito candidatos à Prefeitura de Cuiabá já receberam até o momento, a cerca de três semanas para eleição municipal, aproximadamente R$ 2,5 milhões de dinheiro público para gastar em suas campanhas, via Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o famoso ‘fundão eleitoral’.
 
Leia também
Disputa não polarizada em Cuiabá acirra briga pelo 2º turno e obriga líderes a atacarem em dois flancos

 
O candidato do Partido Novo, Paulo Henrique Grando, seguindo a determinação partidária, é o único candidato que abriu mão do recurso. O vereador Abílio Junior (Podemos), que até o momento não recebeu dinheiro do fundão, já declarou que deverá contar com a doação do seu partido até o fim da campanha.
 
A candidata que pelo menos até agora recebeu mais dinheiro do fundo foi Gisela Simona (Pros), que encabeça a chapa ‘Mãos Limpas e Unidas Por Cuiabá’. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, ela já recebeu de seu partido R$ 900 mil, assim como também já foi transferido para sua conta eleitoral R$ 350 mil do PDT, partido de seu vice. No total, ela tem disponível R$ 1.250.000.
 
O segundo candidato com mais dinheiro público em sua campanha é o prefeito Emanuel Pinheiro, que recebeu R$ 620,9 mil de seu partido, o MDB e R$ 10 mil do PTB, partido que o está apoiando. Ao todo, o chefe do Poder Executivo que busca reeleição, tem R$ 630,9 mil de recurso público e pode receber mais até o dia da eleição.
 
O candidato petista Julier Sebastião é o terceiro com mais recurso público em sua campanha. No início do mês de outubro, a direção Nacional do PT fez duas transferências para o ex-magistrado que somam R$ 327 mil.
 
O radialista Roberto França (Patriota) segue até o momento em quarto da lista dos que mais receberam dinheiro público, com R$ 200 mil transferidos pela direção nacional do Democratas, partido do governador Mauro Mendes e de seu candidato a vice, Marcelo Bussiki.
 
Em quinto, o presidente estadual do PSL, o candidato Aécio Rodrigues transferiu para sua conta eleitoral R$ 30 mil vindo do fundo especial.
 
Já o candidato do Psol, Gilberto Lopes recebeu R$ 1 mil da direção estadual de seu partido.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet