Olhar Direto

Quinta-feira, 03 de dezembro de 2020

Notícias / Cidades

“Sobrevivemos só com água”, conta cantor que ficou desaparecido por 24 dias após queda de avião

Da Redação - José Lucas Salvani

30 Out 2020 - 11:09

Foto: Reprodução

“Sobrevivemos só com água”, conta cantor que ficou desaparecido por 24 dias após queda de avião
Matheus Soliman, o cantor sertanejo que ficou desaparecido após a queda de um avião, detalhou como foram os 24 dias procurando por ajuda junto do amigo Fábio de Souza. A dupla não comeu durante o período, sobrevivendo apenas com a água de poças de chuva. Nem ao menos frutas os dois encontraram na mata.

Leia mais:
Desaparecido há 24 dias, cantor sertanejo diz que ficou perdido em mata após queda de avião

"Foram 24 dias sofridos demais, não tem nem como explicar tudo o que passamos. Foram 24 dias sem comer nada. A gente até procurava, mas não achamos nenhuma fruta na mata. Sobrevivemos só com a água de poças e da chuva”, relatou em entrevista ao Uol, divulgada nesta quinta-feira (29).

"Nos primeiros dias, a gente encontrou um rio. Ficamos caminhando às suas margens, mas uns sete dias depois, a gente entrou na mata e nos perdemos, aí acabamos ficando sem água. Quando chovia, usávamos folhas como recipiente para conseguir pegar a água da chuva e beber; outros dias, encontramos poças de água da chuva e tomamos daquela água mesmo. Tentávamos fazer um filtro com a camiseta para beber essa água, para não vir a terra e a sujeira para a garganta".

A dupla estava desaparecida desde 4 de outubro. Matheus era quem pilotava o avião quando houve uma pane no sistema durante o voo entre São Luís (MA) e Machadinho do Oeste (RO), realizado para um teste. Foi preciso fazer um pouso forçado e, assim que Matheus e Fábio conseguiram sair, a aeronave pegou fogo.

"Eu sou piloto em formação, conheço bem avião e, como estava me saindo bem nas aulas, eles pediram para fazer uma viagem-teste. Tanto é que consegui lidar com a pane e fiz um pouso forçado. Assim que conseguimos sair da aeronave, ela pegou fogo. Eu e meu companheiro estarmos vivos é um milagre", explica.

O comandante Ozeias de Souza disse ao Olhar Direto que Matheus conseguiu fazer uma ligação para o pai. “Ele fez uma chamada de vídeo informando que tinha chegado em uma fazenda, mas ele não sabia onde era ainda. No momento, ele não sabia onde estava”, afirmou.

“Ele falou com o pai, mãe e informou que tinha caído na mata, caminhado 24 dias e chegado a essa fazenda. Avisou que estava bem e que amanhã chega em Primavera do Leste. Parece que chega em Cuiabá hoje à noite ou amanhã cedo.  Ele vai até uma outra fazenda e um avião vai pegar ele”, acrescentou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet