Olhar Direto

Quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Saad diz que Pinheiro achou que ganharia no 1º turno e Abílio só não foi cassado por influência do pastor Sebastião

Da Redação - Isabela Mercuri

24 Nov 2020 - 16:09

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Saad diz que Pinheiro achou que ganharia no 1º turno e Abílio só não foi cassado por influência do pastor Sebastião
O vereador Ricardo Saad (PSDB), que não foi reeleito para o cargo, afirmou que acredita que um dos motivos de sua baixa votação foi ter apoiado o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Segundo ele, o prefeito ficou muito ‘sossegado’ achando que ganharia em primeiro turno. Saad também reiterou que Abílio Júnior (PODE) deveria ter sido cassado no início do mandato, e só não foi pela influência de seu avô, o pastor Sebastião.

Leia também:
Prefeito diz que já tentaram matá-lo politicamente quatro vezes: ‘Mas Emanuel é igual gato, tem sete vidas’

“Eu acho que o prefeito ficou sossegado porque ele achava que a avaliação dele como prefeito estava boa e ia ganhar a eleição no primeiro turno. Ninguém contou com o apoio que o Abílio teve, principalmente pelos mais jovens, e nesse segundo turno vai acontecer a mesma coisa, a turma mais de idade, que talvez seria o voto do prefeito, esse cara vai ficar em casa, está com medo de votar”, declarou o vereador.

Saad, que é médico, também afirmou que gostaria de ser nomeado secretário da Saúde de Emanuel, caso ele vença as eleições. “Esse era um pedido meu desde o começo. Porque na verdade eu não queria ser candidato mais, eu queria apoiar, e se ele ganhar eu queria ser secretário de saúde, porque eu tenho 41 anos de formado, só aqui do Santa Helena eu tenho 38, eu conheço a saúde”, disse. “Eu sei o que a saúde passou esse ano, não foi boa não, judiou dos hospitais filantrópicos, das clínicas, eu apoio muito as clínicas renais, e eu sei a dificuldade que eles estão tendo. E aí entra secretário, sai secretário, aí põe uma pessoa lá que não tem nada a ver com a parte médica e nem tem interesse de aprender. E as pessoas estão lá dentro, na minha opinião, estão tudo bitolado. Então tem que haver uma mudança, aí sim eu concordo. Tem que mudar, colocar outros que queiram enxergar a saúde diferente, tentar melhorar a saúde”.

Para alguns apoiadores, o fato de ele e outros vereadores terem entrado no embate com Abílio Junior, pedindo, inclusive, sua cassação, seria o motivo da baixa votação neste pleito e 2020. Saad, no entanto, discorda. Para ele, o vereador Abílio deveria ter sido cassado logo no início, e só não foi por ser neto do Pastor Sebastião, da Assembleia de Deus, que tinha influência sobre muitos dos legisladores.

“O Abílio na verdade era para ter sido cassado lá no começo, quando o Justino era presidente. Quem que segurou tudo? É o pastor Sebastião que é o avô do Abílio. Todo mundo da mesma região, mesmo clero, seguraram tudo... depois que o primeiro presidente, o Justino, saiu, que nós fomos ver, tinha cinco processos contra o Abílio parados. Aí entrou o Misael, pelo mesmo motivo, pastor, avô, não sei o que, segurou. Até que aquele desencadeou agora. Se você perguntar se ele merecia ser cassado? Merecia sim. Eu pedi a cassação dele”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet