Olhar Direto

Domingo, 17 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Wellington volta a defender conclusão do VLT e cobra decisão de Mauro Mendes

Da Redação - Isabela Mercuri

25 Nov 2020 - 14:13

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Wellington volta a defender conclusão do VLT e cobra decisão de Mauro Mendes
O senador Wellington Fagundes voltou a defender a conclusão das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), iniciadas em 2014, ainda no governo de Silval Barbosa (MDB). Segundo ele, a conclusão não é uma questão apenas de transporte, mas também de urbanismo e qualidade de vida, e o atual governador, Mauro Mendes (DEM), receberá em sua gestão um bilhão e seiscentos milhões de reais, o que daria para fazer a conclusão. “O Mauro disse que em um ano de governo ele tomaria a decisão, ainda não tomou. Eu estou dizendo o que eu faria”, afirmou.

Leia também:
Wellington critica novo sistema de divulgação do TSE e não descarta abrir CPI das eleições

Wellington sempre defendeu a conclusão das obras do VLT, e recentemente afirmou que, com os recursos aprovados no Congresso Nacional e que serão enviados para MT, o governador só não concluiria se não quisesse. “Nós aprovamos no Senado da República um projeto de lei de minha autoria que regulamenta a transferência desses recursos do FEX, oriundos da Lei Kandir. E também do pré-sal. Então o que já está definido.  Agora depende de aprovar na Câmara. Mas o estado de Mato Grosso receberá agora, já com parte que poderá ser pago este ano, já para o ano que vem, três parcelas agora nesses dois anos de 1 bilhão e 600 milhões, as três parcelas, sendo que 75% é para o Governo do Estado e 25% para os municípios. Ainda virá os recursos do pré-sal que é mais escalonado. Então, de imediato, enquanto o Mauro for governador, ele deve receber 1 bilhão e 600 milhões”, disse o senador.

“Eu defendo a conclusão do VLT, porque é uma cicatriz dentro de Cuiabá e Várzea Grande. Eu defendo essa obra, acho que ela é importante, um sistema moderno, e aquilo ali está estragando, e cada dia que passa é pior. Tem que ser resolvido problema jurídico? Tem que ser resolvido. Mas eu acho que a justiça também tem que agir com bom senso em ajudar a solucionar o problema. Agora, também tem recursos federais? Tem recursos federais disponíveis também. Então se eu fosse governador eu faria tudo para concluir a obra”, completou Wellington. A fala foi feita durante inauguração de uma nova ala na Penitenciária Central do Estado (PCE), na última sexta-feira (20).

Para o senador, a questão das obras não finalizadas é um grande problema de Mato Grosso. Ele citou, por exemplo o Hospital Julio Muller, que será concluído por Mauro, mas que, segundo ele, os recursos já estavam disponíveis há seis anos. Sobre o VLT, reiterou que deveria ser a prioridade. “O VLT não é uma obra só de transporte. O VLT também é uma obra de urbanização da cidade. Então a conclusão do VLT traz qualidade de vida, traz uma harmonia da cidade. Não se pode encarar o VLT apenas como uma obra de transporte. Por isso ela tem outras rendas que estava previsto, e é possível ainda aproveitar isso dentro do projeto de VLT, investimentos imobiliários. Por exemplo, a Praça da Banana. Tem ali muita coisa que pode ser feita. O morro da luz. Outras obras que podem ser feitas, agregadas, para valorizar e inclusive ajudar a subsidiar”, completou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet