Olhar Direto

Terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Mauro minimiza divergências dentro do DEM no 2º turno: “a conversa é do candidato com o eleitor”

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

26 Nov 2020 - 07:35

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mauro minimiza divergências dentro do DEM no 2º turno: “a conversa é do candidato com o eleitor”
O governador Mauro Mendes (DEM), que já anunciou apoio e voto ao vereador e candidato a prefeito de Cuiabá Abílio Junior (PODE) no segundo turno das eleições, minimizou o fato de alguns de seus correligionários, como o senador Jayme Campos (DEM) e o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso Eduardo Botelho (DEM) terem afirmado que ficarão neutros neste pleito. Segundo Mauro, no segundo turno o mais importante é a conversa direta do cidadão com o eleitor, e esta relação de partidos ficaria em segundo plano.

Leia também:
Emanuel responde Mauro e diz que Emanuelzinho ‘dá show de maturidade’ se comparado a Abílio

“No segundo turno a conversa é muito direta com o cidadão, com o eleitor. Os partidos são importantes? São, eles fazem parte da democracia. Não existe no mundo uma democracia, aos moldes como ela é concebida e praticada hoje, que não tenha a presença dos partidos políticos. Mas nós precisamos aprimorar esses partidos, precisamos melhorar os candidatos e precisamos melhorar os candidatos. Agora, um segundo turno a conversa é muito candidato com eleitor. Sai todo mundo de cena”, afirmou o democrata.

Mendes ainda chamou a atenção para a importância da eleição de Cuiabá, a única cidade que tem segundo turno em todo o estado de Mato Grosso. “Só tem os dois candidatos aqui no Mato Grosso inteiro. Então Mato Grosso está olhando para Cuiabá. Mato Grosso, o interior está olhando, qual vai ser a decisão da população cuiabana, porque nós representamos o interior do estado, nós representamos Mato Grosso, então aquilo que nós decidiremos face àquilo que já aconteceu e está acontecendo em Cuiabá, tem ampla repercussão no estado. Então, nesse momento, o principal ator chama-se o candidato a prefeito A e o candidato a prefeito B, e a população, todos nós eleitores”, disse.

Mauro demorou um tempo para dar sua declaração de apoio no segundo turno. A própria primeira-dama Virgínia Mendes publicou sua opinião nas redes sociais na última semana, e participou até mesmo do programa eleitoral de Abílio. O governador, no entanto, afirmou em entrevistas que está com o vereador na corrida eleitoral.

O partido Democratas também declarou apoio oficial a Abílio, mas alguns filiados decidiram se manter neutros. Na última segunda-feira (23), o atual prefeito e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB), adversário de Abílio, afirmou que Botelho, que é do DEM, está “se corroendo por dentro” com vontade de apoiar o prefeito, mas que não pode, por conta da decisão da sigla.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet