Olhar Direto

Terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Gisela não vê prejuízos com eleitorado feminino: ‘90% delas já estavam com Emanuel’

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

26 Nov 2020 - 14:02

Foto: Rogério Florentino/OD

Gisela não vê prejuízos com eleitorado feminino: ‘90% delas já estavam com Emanuel’
No palanque do candidato à prefeitura Abílio Júnior (Podemos) desde o fim do primeiro turno, a advogada e candidata derrotada Gisela Simona (Pros) avaliou que não perdeu o seu eleitorado feminino com sua decisão, mesmo com todo os atritos sexistas que teve com o novo aliado durante sua campanha, e declarou que as mulheres que hoje a repudiam, já eram eleitoras do adversário Emanuel Pinheiro (MDB).
 
Leia também
Paulo Araújo cita apoio maciço de servidores e diz que Pinheiro será reeleito no dia 29

 
Nos últimos dias, Gisela tem se queixado dos ataques, muitos deles vindo de mulheres, via redes sociais, por ter manifestado apoio a Abílio, mesmo tendo o chamado de machista e misógino durante a disputa do segundo turno. Para a terceira mais votada, 90% das mulheres que estão a criticando já apoiavam Emanuel Pinheiro e estão se aproveitando da situação para julgá-la.
 
“Na medida que eu descubro que 90% delas, e isso eu tenho hoje muito claro para mim, são pessoas que desde o princípio votaram 15, então não me incomoda, pois são pessoas que nunca apoiaram a Gisela e que hoje estão fazendo isso a pedido do grupo do Emanuel Pinheiro”, afirmou a advogada, que pediu mais união feminina e respeito pelo eu direito de decisão.
 
“Eu preocupo com as minhas eleitoras que estão conversando comigo e compreendem. Sororidade para mim é aquelas que não julgam uma com a outra, mas exatamente aquelas mulheres que sabem respeitar uma a outra. Temos trabalhado muito com isso, com sororidade, que é respeitar as mulheres sem julgá-las de suas ações. O que eu jamais poderia fazer é ficar neutra”, afirmou.
 
Única candidata mulher na disputa pela prefeitura de Cuiabá neste ano, Gisela ganhou grande destaque no primeiro turno, após embate com Abílio Júnior, que no primeiro debate televisivo declarou que ela era uma ‘excelente candidata, mesmo sendo mulher’.
 
A declaração acabou gerando revolta de Gisela e de uma grande parte do eleitorado feminino de Cuiabá, que a apoiou e votou nela, que no início da campanha não figurava entre os mais pontuados em pesquisas, mas acabou ficando em terceiro lugar, com mais de 50 mil votos.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet