Olhar Direto

Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

Trabalho complexo

Perícia irá apontar se incêndio na Realmat foi acidental ou criminoso

Foto: Fabiana Mendes / Olhar Direto

Perícia irá apontar se incêndio na Realmat foi acidental ou criminoso
A Gerência de Perícias de Engenharia Legal da Politec deu início, nesta segunda-feira (7), aos primeiros levantamentos no local do incêndio que atingiu a loja Realmat Atacadista na Avenida 15 de novembro na noite do último sábado (05). O papel da perícia será determinar as causas do incêndio, se a natureza foi acidental ou criminosa, e definir a dinâmica dos fatos.

Leia mais:
Bombeiros ainda tentam conter focos de incêndio sob escombros na Realmat

Segundo a perita oficial criminal, Telma Jakeline Greicy Kirchesch, devido as características e tipo de materiais existentes na empresa, o incêndio tomou grandes proporções e acabou atingindo pelo menos três imóveis vizinhos. No local ainda há focos de fogo e a estrutura colapsada apresenta risco de desmoronamento e desabamento.

O incêndio atingiu os três andares da empresa Realmat causando danos estruturais e em suas instalações. Fatos que tornam a perícia de local um trabalho com alta complexidade e de risco, neste momento.

O diretor da Defesa Civil de Cuiabá, José Pedro Ferraz Zanetti explicou que enquanto os focos de calor não forem extintos, o local oferece riscos.

“Após extinguir os focos, é necessário o resfriamento do prédio e, somente então, a Defesa Civil poderá entrar no local. A previsão é de que isso possa acontecer na próxima quarta-feira. Por enquanto o trabalho da Defesa Civil é monitorar o local”, disse Zanetti.

Quando for autorizada a entrada no local, a Defesa Civil fará a análise das estruturas ainda existentes, para verificar se precisarão ou não serem demolidas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet