Olhar Direto

Terça-feira, 15 de junho de 2021

Notícias | Ciência & Saúde

INFORME

Casos e internações da Covid-19 diminuem, mas mortes e índice de contágio aumentam

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Casos e internações da Covid-19 diminuem, mas mortes e índice de contágio aumentam
Cuiabá teve uma redução do número de casos notificados e de internações por Covid-19 nesta semana. Entretanto, houve o aumento de óbitos, assim como do índice de contágio, dado pelo Rt. Apesar de ser um cenário mais promissor, as frequentes oscilações ainda indicam a necessidade de incrementar o monitoramento e a observação do cumprimento das exigências quanto às medidas de flexibilização.

Leia mais:
Filha do 'pai do VLT', Janaína Riva diz ser favorável a mudança para o BRT

Até 19 de dezembro de 2020, foram notificados em Cuiabá 48.885 casos suspeitos, sendo 1.631 nesta última semana, apontando aumento de 3,5%, crescimento percentual superior ao observado na semana anterior (2,8%).

Nesta semana, foram 527 casos notificados, verificando-se discreta redução quando comparado com a semana anterior, na qual haviam sido notificados 530 casos novos.
Nesta semana epidemiológica, foram notificados 75,3 casos novos por dia, valor inferior ao das duas últimas semanas, sendo esse o menor número de casos desde a semana entre 08 a 14 de novembro.

As unidades de saúde da Capital possuem 229 pacientes internados, quantitativo superior ao observado em 12 de dezembro (225). Entre os 229 casos, 51,1 % ocupava leitos de UTI (117), percentual inferior ao encontrado na última semana (44,4%).

Entre esses que ocupavam leitos de UTI, 46,1% (54) não residiam na capital e entre os que estavam internados em enfermaria/isolamento (112), 37,5% eram residentes em outros municípios; desta forma, 58,1% (133) dos leitos foram ocupados por residentes em Cuiabá.

Houve, portanto, aumento na ocupação de leitos de UTI e enfermaria por não residentes na capital, tendo em vista que esse índice foi, em 12 de dezembro, respectivamente, 38,0%; e 36,8%.

A ocupação de leitos de UTI por residentes em outros municípios, apesar das oscilações, tem se mantido e deve-se à concentração deste tipo de leito na capital, tendo em vista que Cuiabá detém cerca de 38,7% (156) dos leitos de UTI adulto, 100% dos leitos de UTI pediátrica (15) e 27,6% (242) dos leitos de enfermaria pactuados para atendimento a casos de Covid-19 em Mato Grosso.

Esta semana, houve aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI adulta (75%) e pediátrica (40%), e redução da taxa de ocupação de enfermaria (46,3%), quando comparadas com a semana passada, tendo em vista que na semana anterior foi de 64,1%, 33% e 51,6%, respectivamente.

O cálculo da taxa de ocupação considera casos descartados, suspeitos ou confirmados, tendo em vista que até o diagnóstico final são necessárias medidas de isolamento que requerem a ocupação de leitos destinados a pacientes com Covid-19; ressalta-se ainda que foram considerados casos de residentes e não residentes na capital.

Ao determinar o índice que estima a reprodução do vírus (Rt) na população cuiabana, foi observado que ele oscilou entre 0,11 e 6,38 demonstrando grandes diferenças. Nesta última semana (SE 51 – 13 a 19 de dezembro) estimou-se o Rt em 1,04, sendo este o maior valor desde a SE 47 (15 a 21 de novembro), quando o Rt, que vinha apresentando, por semanas, valores menores que um, foi estimado em 1,33.

Destaca-se ainda que nas últimas três semanas o Rt foi menor que um (SE 50: 0,96; SE 49: 0,93 e SE 48: 0,93), voltando a aumentar nesta semana. Embora haja bastante oscilação nos valores de Rt, este tinha se mantido inferior a 1,0 desde a SE 27 (28 de junho a 04 de julho).

Portanto, a elevação deste índice nesta semana indica a possibilidade do aumento da força de transmissão podendo interromper a desaceleração da disseminação do vírus. Desta forma, é necessário incrementar as ações de vigilância, pois pode indicar o crescimento da transmissão na capital
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet