Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Notícias / Política BR

Dr. Leonardo critica Maia por deputado carioca debater Pantanal e pede mais espaço na Câmara

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Max Aguiar

12 Jan 2021 - 09:30

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Dr. Leonardo critica Maia por deputado carioca debater Pantanal e pede mais espaço na Câmara
Apoiador da candidatura de Arthur Lira (PP-AL) para presidente da Câmara, o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade) pediu mais espaço e proporcionalidade dentro do Legislativo. Ao criticar o atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o parlamentar mato-grossense afirma que muitos colegas não conseguem aprovar projetos, nem ter destaque para debater pautas com as quais tem afinidade.

Leia também:
'Não é justa, mas é o que foi possível fazer', diz Lira sobre compensação da Lei Kandir


Neste sentido, Leonardo cita como exemplo o fato de o deputado Alessandro Molon, líder da bancada do PSB, ter tomado frente no debate sobre o manejo no Pantanal. O parlamentar do Rio de Janeiro chegou a apresentar, em 2018, um projeto de lei conhecido como PL do Pantanal. Após a devastação ocasionada pelas queimadas no ano passado, o texto (uma lei geral sobre o que pode e o que não pode no bioma) ganhou assinatura de outras lideranças e destaque na pauta.

“Queremos um presidente que receba a todos, dê oportunidade de relatoria. Sou pantaneiro e é inadmissível, como todo respeito ao Molon, ele discutir o Pantanal e eu não ter essa oportunidade, pois manejo do fogo é importante para o bioma. Por não deixar colocar fogo no manejo correto é que aconteceu esse grande incêndio. Mas está lá, há dez anos, uma lei que faz o manejo correto do fogo, por exemplo. Um dos motivos (para a queimada) está ai, além do humano e climático, mas pela inércia do Congresso, por falta de coragem para debater o tema e ideologia”, disse, durante visita de Lira a Cuiabá, na sexta-feira (11).

Maia, que tem se posicionado contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tenta eleger o aliado Baleia Rossi (MDB) como seu sucessor na Câmara. Mas, segundo Leonardo, a Casa precisa de um presidente que não engavete projetos importantes. Além disso, defende que a nova Mesa Diretora trabalhe para divulgar as ações de transparência existentes no Legislativo.

“Nós gostamos da linha do governo Bolsonaro, das pautas que são colocadas para o Brasil, do pensamento que nós precisamos voltar a vencer, mas temos que ser independentes. Queremos um presidente que coloque em pauta o que é importante para o Brasil. Não é possível ficar na gaveta bons projetos durante 20 anos, só para atender interesses pessoais”, pontuou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet