Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de abril de 2021

Notícias / Política MT

vem aí

Vacinação contra a Covid-19 em Cuiabá deve começar na próxima quarta-feira

Da Redação - Isabela Mercuri

14 Jan 2021 - 11:41

Foto: Reprodução

Vacinação contra a Covid-19 em Cuiabá deve começar na próxima quarta-feira
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) participou de uma reunião com o Ministério da Saúde na manhã desta quinta-feira (14), para organizar a logística de aplicação da vacina contra o novo coronavírus. A previsão é de que o imunizante comece a ser aplicado em todo o Brasil na próxima quarta-feira (20), às 10h da manhã.

Leia também:
Secretário é contra retorno presencial de aulas e diz que em 15 dias não haverá UTI disponível em MT

Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, a data depende da aprovação emergencial da Anvisa. Nesta primeira fase, a vacinação seria para os grupos prioritários, como profissionais da saúde, idosos, pessoas com deficiência e indígenas aldeados.  

"Se não mudar - porque já recebemos um outro documento agora há pouco do Ministério da Saúde pedindo para incluir também os profissionais da educação - óe esses grupos já definidos para essa primeira fase, Cuiabá estaria falando num universo de 125 a 150 mil pessoas, que vão receber as duas doses da vacina, o que corresponderia, caso não mude, a mais ou menos 300, 400 mil doses. Está sendo liberado nessa primeira fase 8 milhõs de vacinas, seis milhões do Butantan e dois milhões da Friocruz. Com uma projeção de aumento significativo, cerca de 30 milhões de doses para fevereiro e 40 milhões de doses em março e abril, para daí em diante toda  a população ser imunizada", comemorou o prefeito.

Segundo o secretário de Governo do município, Luís Cláudio, a reunião desta manhã aconteceu principalmente por causa da decisão nacional de antecipar a aplicação da vacina. “Anteciparam as datas da vacinação, a logística da aplicação dessa vacina é do município, então a gente tem que estar muito atento de como vai ser esse plano de ação, qual a vacina que virá", afirmou.

Segundo Luis Cláudio, a decisão a respeito da volta às aulas presenciais nas escolas particulares será tomada após o anúncio oficial da data de início das vacinas. “A preocupação do prefeito Emanuel Pinheiro é fazer a coisa certa casado com o Comitê de combate à Covid, secretaria de educação e secretaria de saúde juntas aqui em Cuiabá para decisão da retomada das aulas. Nós recebemos o plano de retomada iniciativa privada, vamos analisar, vamos responder oficialmente até que o Governo Federal também decida a questão da vacinação, a gente vai fazer esse casamento e dar essa resposta oficial a essas entidades que estão apreensivas”, declarou.

Âmbito estadual

O Governo do Estado realizou na manhã desta quarta-feira (13) uma reunião com a Secretaria de Estado de Educação, sindicatos e estudantes. Após o encontro, o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que não soube da informação da data e hora de início da vacinação, que chegou nessa manhã. “Oficialmente, como secretário de Estado não fui informado pelo Ministério. Pode ser que isso tenha acontecido de manhã, durante o período em que eu estava aqui, que seja no dia 20 às 10h. eu acredito que sim, entre o dia 20 e 25 a vacinação já esteja sendo operacionalizada no país, já que a Anvisa e a Friocruz divulgam no domingo se aprovam ou não”, afirmou.

*Atualizada às 11h57.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet