Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de abril de 2021

Notícias / Política BR

VACINAÇÃO CONTRA COVID

Deputada petista afirma que Bolsonaro “joga com o vírus” e antecipa eleição presidencial

Da Redação - Airton Marques

16 Jan 2021 - 16:50

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Deputada petista afirma que Bolsonaro “joga com o vírus” e antecipa eleição presidencial
A deputada federal Rosa Neide (PT) criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela demora em aprovar e apresentar o plano nacional de imunização contra a Covid-19. A petista afirma que o Governo federal está politizando o vírus e se esquecendo das vidas perdidas por conta do coronavírus.

Leia também:
Vacinação contra a Covid-19 em Cuiabá deve começar na próxima quarta-feira

Segundo a parlamentar, Bolsonaro está adiantando as eleições presidenciais de 2022 e uma eventual disputa com o governador de São Paulo (João Dória), que largou na frente firmando uma parceria com o Instituto Butantan, que realizou as pesquisas da vacina Coronavac, que aguarda liberação da Anvisa para poder ser utilizada emergencialmente.

“Ele (Bolsonaro) joga com o vírus, primeiro dizendo que era só uma gripezinha, e tudo que a gente já ouviu. Por último, parece querer que as pessoas se mantenham em casa, sem vacina, pois se vacinar, o povo pode ir pra rua protestar contra ele. Agora faz uma disputa com o Dória, como se fosse disputar a presidência da República, usando o vírus. Não quer  saber que mais de 200 mil pessoas já morreram e estamos  com as UTIs lotadas”, disse ao Olhar Direto.

Rosa Neide ainda declara que o Congresso fez tudo que poderia fazer durante o período de pandemia e que cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) pressionar o Ministério da Saúde, para que a vacinação seja iniciada. “O governo, insensivelmente, vai politizando. Está faltando o STF, que tem o poder judiciário na mão, enquadrar o ministro da saúde (Eduardo Pazuello) e dizer que ele tem tantas horas para apresentar os contratos. Na realidade, eles fizeram pré-contratos. Agora, em 2021, que começou a fazer contatos com os laboratórios”.

Na última quinta-feira (14), Pazuello realizou uma reunião remota com prefeitos. Segundo Emanuel Pinheiro (MDB), que participou do encontro, o ministro anunciou que a vacinação deve começar na próxima quarta-feira (20), às 10h (horário de Brasília). A data, no entanto, depende de a Anvisa liberar o uso emergencial das vacinas Coronavac e Astrazeneneca. A decisão da agência sai no domingo (17).

Apesar da confirmação e de outros prefeitos, o ministro ainda não confirmou a data.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet