Olhar Direto

Notícias / Política MT

Binotti assumiu prefeitura com déficit de R$ 6 mi e entregou com R$ 60 mi em caixa

Da Redação - Isabela Mercuri

15 Jan 2021 - 09:30

Foto: Reprodução

Binotti assumiu prefeitura com déficit de R$ 6 mi e entregou com R$ 60 mi em caixa
O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde (332km de Cuiabá) Luiz Binotti (PSD) assumiu a prefeitura da cidade, há quatro anos, com déficit de R$ 6 milhões, e deixou o cargo com mais de R$ 50 milhões em caixa e R$ 10 milhões em estoque de mercadorias nos cofres. Os valores foram apresentados na prestação de contas públicas do município entre os anos de 2017 a 2020.

Leia também:
Binotti vai a Brasília buscar Complexo Esportivo de Alta Performance

De acordo com a assessoria de imprensa de Binotti, em sua gestão foram executadas mais de 100 obras, e 20 estão em andamento para a atual gestão finalizar, já com convênios ou recursos próprios. Segundo a gestão, mesmo diante do maior desafio provocado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Lucas do Rio Verde foi o único município da região que abriu leitos de UTI com recursos próprios e conseguiu oferecer tratamento com medicamentos no estoque e contratação de profissionais da saúde.

"Estamos entregando a PrevLucas com quase o dobro de dinheiro em caixa, pegamos com R$ 96 milhões e hoje entregamos com R$ 190 milhões em caixa, além da evolução de 34% do patrimônio público chegando a R$ 775 bilhões. Isso é o resultado da capacidade da nossa gente, que incansavelmente trabalha para obter resultados e cumprir os compromissos assumidos", comemora Binotti.

Binotti concorreu à reeleição para prefeito de Lucas do Rio Verde, mas ficou em segundo lugar, com 11.802 votos. Entretanto, conforme dados do TRE-MT a cidade de Lucas do Rio Verde teve quatro mil eleitores que não conseguiram transferir seus títulos. Somando o número de eleitores que não puderam votar, que não conseguiram transferência e que eram do grupo de risco, há 30 mil eleitores que não votaram.

"Temos uma força política muito grande. Quem perde uma eleição automaticamente vai para oposição, mas nossa oposição é construtiva, consciente e fiscalizadora. Com quatro vereadores na Câmara Municipal, seguimos com nosso grupo político unido com nosso deputado federal Neri Geller e Carlos Fávaro no Senado, um patrimônio político que iremos cuidar", afirmou Binotti.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet