Olhar Direto

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias / Educação

Decisão sobre retorno presencial em escolas públicas e particulares deve sair terça-feira

Da Redação - Vinicius Mendes

18 Jan 2021 - 17:15

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Decisão sobre retorno presencial em escolas públicas e particulares deve sair terça-feira
A secretária municipal de Educação de Cuiabá, Edilene Machado (MDB), afirmou que a decisão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) sobre o retorno presencial das aulas das redes pública e particular de ensino deve ser comunicada até esta terça-feira (19). Segundo a secretária, o que irá embasar a decisão do prefeito são os índices sobre a Covid-19 na capital, informados pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.
 
Leia mais:
Emanuel lança campanha ‘Vacina Cuiabá’ e diz que capital deve receber 30 mil doses em primeiro lote
 
Edilene afirmou que a Secretaria está preparada para o retorno das aulas em três formatos: remoto, presencial e híbrido. No entanto, quem definirá o modelo é o prefeito Emanuel Pinheiro, com base nos dados da Saúde.
 
“Nós já adquirimos desde o ano passado todos os produtos de biossegurança, tapete sanitizantes, dispenser de álcool, máscara, fizemos formações continuadas com todos os nossos profissionais, então estamos preparados para o que der e vier”, garantiu.
 
Independente do modelo escolhido, a secretária afirmou que o retorno das aulas será no dia 8 de fevereiro. No início, no entanto, o retorno deve ser remoto, no mesmo modelo que ocorreu em 2020, com aulas à distância.
 
“Quem vai falar o dia e quando, do retorno das atividades presenciais, é a Saúde. Então o prefeito tem aí o comitê de combate à Covid-19, ele ouve bastante, eles vão passar os índices e é o prefeito quem vai decidir sobre esta retomada, porém nós já estamos programados, mesmo que remotamente, no dia 8 de fevereiro para o início das atividades”.
 
Ela afirmou que o planejamento escolar não será prejudicado e as crianças de famílias beneficiárias do Bolsa Família continuarão recebendo alimentação das escolas.
 
Com relação ao protesto dos pais de alunos da rede particular de ensino, a secretária afirmou que ela ainda não foi procurada por ele, assim como o prefeito. Uma decisão sobre a rede particular deve sair até amanhã.
 
“Tivemos reuniões com representantes das instituições privadas e a decisão é do prefeito junto com o Comitê, estão para decidir eu acredito de hoje para amanhã [...] com relação aos pais, nós estamos à disposição, nunca fui procurada, e o prefeito também não, se eles tiverem uma comissão nós receberemos tranquilamente”.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet