Olhar Direto

Segunda-feira, 01 de março de 2021

Notícias / Política MT

Sob risco de expulsão do PV, Faissal diz que lamenta ter ofendido Stopa, mas critica Emanuel

Do Local - Max Aguiar

20 Jan 2021 - 17:04

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Sob risco de expulsão do PV, Faissal diz que lamenta ter ofendido Stopa, mas critica Emanuel
O deputado estadual Faissal Calil, que ainda é membro do PV, respondeu sobre o motivo de não ter apoiado a chapa vencedora na eleição de 2020, em Cuiabá, e relatou total incompatibilidade com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). 

Leia mais:
Governador evita falar em fechamento de escolas e promete "otimização" e "solução econômica"

Segundo nota encaminhada à imprensa nesta quarta-feira (20), Faissal sustenta que não apoiou a chapa que teve José Roberto Stopa como candidato a vice-prefeito porque o prefeito reeleito é acusado de receber propina enquanto deputado estadual, durante a gestão ex-governador Silval Barbosa.

Stopa disse mais cedo que Faissal, por ser membro do partido, foi infiel ao não seguir a legenda na eleição e também foi "sem palavras" por apoiar o candidato oposicionista, Abílio Júnior (Podemos). Por conta do comportamento de Faissal, dois membros do grupo pediram a expulsão dele das fileiras do PV. 

Faissal respondeu de imediato. "A ausência de apoio à chapa composta pelo atual vice-prefeito José Roberto Stopa, deu-se única e exclusivamente em razão da total incompatibilidade com a postura e pensamentos do candidato do MDB, Emanuel Pinheiro, acusado de receber propina enquanto deputado estadual, gravado e delatado pelo ex-governador Silval Barbosa. Lamento profundamente ter ofendido o companheiro de partido, José Roberto Stopa, ao não endossar a chapa vencedora da eleições municipais", diz trecho da nota do deputado. 

Nos bastidores, Faissal já dá a entender que deve deixar o partido e se filiar ao Cidadania. Ele também foi convidado para fazer parte do PDT, do deputado Allan Kardec, mas por enquanto ele não comentou sobre nenhuma das possibilidades.

No fim da nota, o deputado afirma que não quer inimizade com o presidente do partido, José Roberto Stopa. "Todavia, fui eleito para representar a mudança, não podendo coadunar com a impunidade de acusados de corrupção. O sentimento de admiração e apreço por Stopa permanecem, apesar do desentendimento eleitoral', finalizou. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet