Olhar Direto

Notícias / Cidades

Secretário afirma que MT está à beira de colapso e já transfere pacientes por superlotação

Da Redação - Wesley Santiago/Do Local - Max Aguiar

25 Jan 2021 - 11:40

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Secretário afirma que MT está à beira de colapso e já transfere pacientes por superlotação
O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, concordou com a decisão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) de suspender o Carnaval em Cuiabá. Segundo ele, a situação em Mato Grosso está à beira do colapso e algumas cidades com unidades superlotadas já estão transferindo pacientes com Covid-19 para outras*.

Leia mais:
MT receberá mais 11 mil doses da CoronaVac e secretário crê em imunização total da Saúde com mais uma remessa
 
O prefeito Emanuel Pinheiro, transformou as datas 15, 16 e 17 (feriado de Carnaval) em dias úteis. Além disto, proibiu a realização de eventos carnavalescos na Capital em 15 e 16 do próximo mês. O decreto foi assinado na sexta-feira (22), visando o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).
 
“Ótima decisão [de Emanuel Pinheiro], correta. Temos que evitar aglomerações, estamos à beira de um colapso na assistência hospitalar no Estado de Mato Grosso”, disse o secretário ao Olhar Direto.
 
Segundo Gilberto, em algumas regiões do Estado, a situação está caótica. “Está sendo demandado inclusive por outros Estados a auxiliar com pacientes onde já colapsou o sistema de saúde. Toda decisão que seja para diminuir a contaminação é digna de aplausos e aprovamos a medida”.
 
Novas doses da vacina
 
O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse em entrevista ao Olhar Direto que Mato Grosso receberá, nesta segunda-feira (25), mais 11 mil doses da vacina CoronaVac, que estão sendo enviadas pelo Governo Federal. Segundo ele, com mais uma remessa que chegar posteriormente, será possível imunizar 100% dos profissionais da Saúde do Estado.
 
Ainda conforme o secretário, as 24 mil doses da vacina de Oxford, que chegaram no domingo (24), devem começar a ser distribuídas para os 141 municípios de Mato Grosso ainda nesta tarde de segunda-feira.
 
O governo de Mato Grosso informou que o lote de 24 mil doses da vacina de Oxford será exclusivo para profissionais de saúde que ainda não foram imunizados. Portanto, com as novas doses, será possível dar continuidade à imunização de 24 mil profissionais da saúde.

*A informação sobre a transferência para outros Estados foi retificada pela Secretaria de Saúde. Na verdade, o comandante da pasta quis dizer que elas se dão, atualmente, entre municípios. A correção foi feita ás 14h28

Comentários no Facebook

Sitevip Internet