Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Notícias / Cidades

Rondonópolis atinge 100% de ocupação em UTIs, proíbe shows e restringe número de pessoas em bares

Da Redação - Fabiana Mendes

26 Jan 2021 - 10:53

Foto: Ilustração

Rondonópolis atinge 100% de ocupação em UTIs, proíbe shows e restringe número de pessoas em bares
A Prefeitura de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá) proibiu a realização de eventos sociais, festas, shows, atividades em casas noturnas e confraternizações com mais de 100 pessoas em espaços privados ou públicos, inclusive o uso de logradouros públicos, onde haja aglomeração e consumo de bebidas alcoólicas. O Decreto Municipal nº 9.900 foi publicado nesta segunda-feira (25) e tem duração de 45 dias.

Leia mais:
Centro de Triagem passa a realizar teste de antígeno para diminuir percentual de falsos negativos

Ficam também limitados os eventos corporativos, entendidos como aqueles organizados por instituições públicas ou privadas. Nestes casos, devem se respeitadas as regras sanitárias e distanciamento social previstas no Decreto Municipal nº 9623, de 23 de julho de 2020, com as alterações promovidas pelos Decretos Municipais nº 9749 e 9780/2020.

No caso de atividades em bares, restaurantes e congêneres, ficam permitidas desde que respeitado o limite de público sentado, de 50% da capacidade máxima do local, tendo como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5 metro entre as mesas/assentos.

Ainda, conforme o decreto, deve-se respeitar ainda, as regras sanitárias previstas no Decreto Municipal nº 9623, de 23 de julho de 2020, com as alterações promovidas pelos Decretos Municipais nº 9749 e 9780/2020.

As medidas constantes no novo decreto do Município foram adotadas após reunião do Comitê de Gestão de Crise do Coronavírus, que analisou a atual realidade da pandemia na cidade e também o último decreto publicado pelo Governo de Mato Grosso.

Pandemia

Rondonópolis registrou um acentuado aumento no número de novos casos de Covid-19 registrados neste início de 2021. Até a última semana de 2020, compreendida entre 27 de dezembro a 2 de janeiro, a média diária de casos estava em torno de 220, passando para 440 nas semanas entre os dias 3 a 9 de janeiro e 10 e 16 de janeiro, com novo aumento na última semana – entre 17 e 23 – com a média atingindo 700 casos.

Neste mesmo período, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTIs também teve elevação, chegando a 96,67% no dia 21 e 100% no dia 22. No último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na segunda-feira (25), a taxa de ocupação estava em 93,3% com 28 pessoas internadas em leitos de UTIs públicas, com dois leitos disponíveis na Santa Casa de Misericórdia.

Contudo, apesar da elevação na quantidade de casos de Covid-19 nas primeiras semanas do ano, a quantidade de pacientes recuperados também cresceu, passando de 283 na semana de 27 de dezembro a 2 de janeiro, para 621 entre 17 e 23 de janeiro.

Os dados mostram ainda queda na quantidade de óbitos neste mês de janeiro, quando 27 pessoas morreram, com relação a dezembro, quando houve 51 óbitos na cidade.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet