Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de abril de 2021

Notícias / Cidades

desabafou

Jovem agredida por produtor rural é atacada nas redes sociais: "Espero que não passem pelo mesmo"

Da Redação - Fabiana Mendes

26 Jan 2021 - 14:25

Foto: Reprodução

Jovem agredida por produtor rural é atacada nas redes sociais:
A jovem Helen Machado, de 21 anos, agredida pelo produtor rural Nédio Risieri Germiniani, de 51, em um resort no Manso, em Chapada dos Guimarães (a 60 km de Cuiabá), disse que está sendo alvo de ataques nas redes sociais. Ela também citou medo por conta do episódio no final de semana. 

Leia mais:
Justiça concede liberdade a produtor rural acusado de agredir namorada

Nos stories do Instagram, Helen pede desculpa para quem não precisa ler o pronunciamento. “Antes de virem me julgar, lembre-se que todo mal que estão me desejando nesse momento de fraqueza, Deus irá revidar na vida de vocês. É fácil comentar insultos sobre mim, mais quero ver se é fácil sentir a dor que eu estou passando. Espero que não passem pelo mesmo, nem o filho de vocês”, desabafou.

“Eu fui pega sendo espancada, onde os hóspedes viram e gravaram. Eu tenho medida protetiva sim, e tenho uma ocorrência contra ele sim. Ele só está solto porque se fosse qualquer outra pessoa humilde, já estava preso. Mas infelizmente, como ele não é, faz o que quer”, acrescentou.

“Só espero que ninguém passe o que eu passei, que ninguém sinta o medo que eu senti, o desespero que passei, e a dor que estou sentido agora. Não é fácil ficar acordada a noite inteira pelo fato de sentir medo”, finalizou.

O caso

De acordo com informações da Polícia Civil as prisões ocorreram por volta das 6h34 de sábado (23). As agressões teriam ocorrido na noite do dia anterior. Em um vídeo registrado por uma hóspede do local é possível ouvir os gritos da vítima. A testemunha diz que chamou a polícia, mas ninguém aparecia. Também é possível ver a sombra do homem partindo para cima da vítima.

Foram conduzidos pela Polícia Militar até a Delegacia de Chapada dos Guimarães o suspeito e a filha dele, que teria tentado impedir o trabalho dos militares. A vítima e outras testemunhas foram ouvidas pelo delegado plantonista.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet