Olhar Direto

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Notícias / Cidades

Prefeito proíbe venda de bebidas alcoólicas para barrar Covid-19

Da Redação - Fabiana Mendes

26 Jan 2021 - 15:40

Foto: Ilustração

Prefeito proíbe venda de bebidas alcoólicas para barrar Covid-19
O prefeito de Juína, Paulo Veronese (Podemos) editou um novo decreto que visa barrar a proliferação da Covid-19 na cidade. Após um diagnóstico da atual situação no Centro COVID e do aumento no número de mortes, passou a ser proibida a venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento pelo período de sete dias a partir desta terça-feira (26).

Leia mais:
Governo economiza R$ 17 milhões ao reduzir quase pela metade aluguel de viaturas em MT

Conforme o decreto, fica proibida a venda ou distribuição de bebidas alcoólicas em bares, botecos, lanchonetes, restaurantes, mercados, supermercados, padarias, inclusive, todos os que operam dentro dos supermercados, mercados e pesque e pague, e os carrinhos/trailers de comidas em geral e espetinhos diversos, inclusive os localizados nos espaços e passeios públicos, serviços de alimentação e outros estabelecimentos de gênero alimentício similares, ainda que eventuais e ambulantes, bem como as lojas e casas que comercializem bebidas.

Fica permitida a venda e comercialização, no espaço da Feira Municipal com ocupação máxima de 50% das bancas. Eventos públicos e privados também foram proibidos, bem como o transporte coletivo urbano.

As atividades escolares presenciais da educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e superior público e privado, continuam suspensas.

Fica vedada também a realização de jogos de futebol ou qualquer outra atividade esportiva em campos de futebol, praças públicas, quadra society ou outro campo esportivo, seja ele público ou privado, tais como quadras poliesportivas, ginásios de esportes.

O prefeito ainda afirma que se as regras forem descumpridas pelo comércio, ele poderá decretar o fechamento total (lockdown) no município.

A decisão foi tomada em conjunto com o presidente da Câmara de Vereadores e representantes de várias entidades Civil Organizadas do município entre elas o Rotary, Lions, Maçonaria, ASCOM, CDL, Conselho Municipal de Saúde, Secretaria de Educação, SIMNO e Procon, na segunda-feira (25).
 
Acesso a íntegra do decreto AQUI.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet