Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Notícias | Política MT

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Após prisão de deputado por ataque a ministros, Mauro cobra coragem do Congresso para punir caluniadores

Foto: Reprodução

Após prisão de deputado por ataque a ministros, Mauro cobra coragem do Congresso para punir caluniadores
A prisão em flagrante do deputado federal pelo Rio de Janeiro, Daniel Silveira (PSL), por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na noite desta terça-feira (16), teve repercussão também em Mato Grosso. O governador Mauro Mendes (DEM) avalia que a ordem de prisão não é o caminho correto para por fim a ataques às instituições e políticos, como foi feito pelo parlamentar.

Leia também:
Mauro reclama da lentidão na distribuição de vacinas e pede autorização para compra direta com laboratórios

Daniel passou a madrugada desta quarta-feira (17) preso na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, após divulgar um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defender a destituição de ministros do STF, o que é inconstitucional.

De acordo com Mauro, a liberdade de expressão é ferramenta importante da democracia, mas que muitos estão a transformando em algo nocivo. Ao cobrar uma penalização mais severa a quem profere ataques e calúnias nas redes sociais, o chefe do Palácio Paiaguás afirma que a solução não deve partir do STF.

“O que tem de fake news rodando nas redes sociais brasileiras é algo que descredibiliza a sociedade. Se quer mudar isso, não é com prisões do STF. Esse freio tem que vir do Congresso, colocando uma pena mais severa a quem transgredir ao direito de liberdade”, disse, durante entrevista à Rádio Jovem Pan, nesta manhã.

Mauro aponta falta de coragem de deputados e senadores, e cita os EUA como exemplo na punição a quem profere tais ataques. “Você pode falar o que quiser, mas desde que seja verdade. Tem que impor uma indenização gigantesca. Aqui, morre na Justiça brasileira e depois terá uma indenização de R$ 3 mil”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet