Olhar Direto

Sábado, 12 de junho de 2021

Notícias | Cidades

bateu nas duas

Homem mantém mulher e filha de 14 anos em cárcere privado e ameaça matá-las a facadas e atear fogo

Foto: Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Homem mantém mulher e filha de 14 anos em cárcere privado e ameaça matá-las a facadas e atear fogo
Um homem foi preso na madrugada deste domingo (21) após agredir a esposa, uma filha de 14 anos e manter elas e os outros filhos em cárcere privado, em Rondonópolis (219 km de Cuiabá). Na ocasião, a mulher afirmou que o acusado teria ameaçado queimar seu corpo e “só deixaria ela e os filhos saírem da residência mortos”. Durante o desenrolar do caso, as vítimas conseguiram se trancar em um quarto e só deixaram o local após a chegada da Polícia. 

Leia mais:
Filho de pastor evangélico esfaqueia atual namorado da ex-mulher e foge

Segundo informações da PM, o acusado chegou em casa embriagado por volta das 2h30min da manhã, demonstrando extrema agressividade. Minutos após sua chegada, o homem pegou uma faca, trancou todas as portas de saída da casa e iniciou uma série de ameaças, dentre elas atear fogo contra a esposa. 

Temendo pelo que o acusado poderia fazer com a faca, a mulher avançou e conseguiu tirar o objeto da mão do homem, que revidou com um soco no lado direito do rosto da esposa. No mesmo momento, a filha de 14 anos tentou ajudar a mãe, mas acabou também sendo agredida com um soco na cabeça e em seguida arremessada contra a parede. 

O impacto das agressões causou um corte na orelha da criança, além de diversos hematomas pelo corpo. Como forma de proteção, a mulher conseguiu se trancar em um quarto com os filhos e só saiu após a chegada de uma equipe da PM. 

Durante a prisão, os policiais precisaram algemar o acusado que seguia demonstrando claros sinais de embriaguez  e agressividade. O homem foi levado para uma delegacia do município e deve responder pelos crimes de lesão corporal, ameaça, sequestro e cárcere privado. 

No momento do registro da ocorrência, a mulher solicitou também medida protetiva para assegurar que o acusado permaneça distante dela e dos filhos. 

Violência constante

Ainda em contato com a vítima, foi relatado que aquela não era a primeira agressão sofrida pela mulher e pelos filhos. Em outras ocasiões o homem teria agredido a esposa com tapas e socos, além de utilizar um pedaço de mangueira para bater nos filhos. 

As marcas de violência estavam visíveis no corpo da mulher, que mostrou para os policiais os dentes quebrados e as cicatrizes que carrega no rosto. 

Toda a situação só foi descoberta após uma denúncia anônima feita por terceiros, demonstrando a importância de se atentar para crimes como este. Para denunciar basta ligar 190 ou 0800 65 39 39.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet