Olhar Direto

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Política MT

Para segurança pública

Governo gastará mais R$ 25 milhões para transformar COT do Pari em academia de treinamento

Da Redação - Vinicius Mendes

28 Fev 2021 - 14:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governo gastará mais R$ 25 milhões para transformar COT do Pari em academia de treinamento
O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirmou que o Governo do Estado mantém o projeto para transformar o COT do Pari na Academia Integrada de Formação, Capacitação e Treinamento dos Profissionais da Área de Segurança Pública. Bustamante citou que esta é a única obra da Copa do Mundo de 2014 que ainda não teve destinação. O Estado pede R$ 15 milhões em emendas federais, e deve gastar do 'próprio bolso' R$ 10 milhões para adequar o espaço às novas funções, totalizando R$ 25 milhões.
 
Leia mais:
Servidores fazem ato de apoio ao retorno de Novelli ao Tribunal de Contas do Estado
 
Bustamante disse que a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) elaborou projetos de quatro produtos, que necessitarão de emendas federais para serem realizados. Um destes é a transformação do COT do Pari em uma academia para profissionais de Segurança Pública.
 
O Centro Oficial de Treinamento da Barra do Pari (COT do Pari) foi idealizado para atender a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. As obras no local, orçadas em R$ 31,7 milhões, foram paralisadas após estarem 70% concluídas. Após ficar anos abandonado o local foi tomado pela natureza.
 
“A nossa ideia, junto ao Governo do Estado, é dar uma destinação pública ao COT do Pari. Aquela é a única obra da Copa do Mundo que não teve destinação, pensamos num projeto, fazer a Academia Integrada de formação, capacitação e treinamento dos profissionais da área de Segurança Pública”.
 
Segundo o secretário, além de dar uma destinação para uso das forças de segurança do Estado, no local também poderão ser realizados projetos sociais. Bustamante disse que há essa necessidade pois em Mato Grosso existem apenas duas academias de treinamento.
 
“Das sete unidades vinculadas à SESP, apenas duas dispõem de academia, uma do governo Jayme Campos, na Costa Verde, e outra do governo Blairo Maggi, que é a Academia da Polícia Judiciária Civil, porém o Corpo de Bombeiros, a Politec, Detran, Sistema Prisional, Socioeducativo e os praças da Polícia Militar não têm ambiente para formação, capacitação e treinamento. A maioria desse pessoal não tem uma academia adequada para treinamento”.
 
O secretário afirmou que para a adequação da área serão necessários R$ 15 milhões em emendas federais, além dos R$ 10 milhões de contrapartida do Estado.
 
“Nós temos uma academia locada dos praças da Polícia Militar, que tem despesas, por ano, entre locação e manutenção, na ordem de R$ 2,5 milhões, é muito caro. A ideia do Estado é que venham R$ 15 milhões em emendas federais e nós vamos fazer stand de tiro, academia de natação, toda a estrutura para o Corpo de Bombeiros, de treinamento. É muita coisa para fazer então R$ 15 milhões em emendas, R$ 10 milhões por parte do Estado”, explicou.

Em outubro de 2019, durante vistoria no local, o governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que o espaço não tinha funcionalidade alguma. “Temos que saber se aquela obra [COT do Pari] serve para alguma coisa. Temos o Verdão [Arena Pantanal], Dutrinha, COT da UFMT. Temos de saber qual será a utilidade. Terminar para depois abandonar, não tem o menor sentido, não temos dinheiro para jogar fora. Ninguém, até hoje, me apresentou uma proposta clara e viável para tornar aquilo um equipamento público que tenha funcionalidade, que sirva para alguma coisa”, disse o governador.

Cuiabá Arsenal
 
O Cuiabá Arsenal, um dos principais times de futebol americano do país, pediu ao Governo do Estado a cessão do Centro Oficial de Treinamento (COT) do Pari, localizado em Várzea Grande (região metropolitana da capital mato-grossense), para que o local seja transformado na ‘casa’ do time. Para isto, o clube iria em busca de parceiros com o intuito de finalizar as obras e terminaria com a incansável busca por um espaço onde possa atuar pelo campeonato nacional.
 
“Nós sabemos que o futebol é prioridade e isso já nos foi deixado bem claro. Sabendo da situação do COT, comecei a sondar alguns parceiros e eles viram com bons olhos a intenção da gente assumir o COT do Pari e concluir as obras. A intenção é transformar em um centro de treinamento e um local que possa abrigar os jogos do Cuiabá Arsenal”, explicou o presidente Denevaldo Barbosa Pereira Junior em entrevista ao Olhar Direto.
 
Cenário de terror
 
Em junho de 2018, quatro anos após a Copa do Mundo de 2014, o Olhar Direto esteve no COT do Pari para verificar o estado do projeto. Abandonado, o local mais parecia um cenário de filme de terror, com a estrutura cheia de mato e bastante precária.
 
A obra do Centro Oficial de Treinamento Rubens dos Santos está orçada em R$ 31,7 milhões e mais de R$ 21 milhões já foram repassados ao Consórcio Barra do Pari, que tem como líder a empresa Engeglobal. Cerca de 70% estão concluídos.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet