Olhar Direto

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Política MT

MODAL DE TRANSPORTES

Max Russi diz que Emanuelzinho deve conduzir debate entre Governo e Prefeitura

Da Redação - Max Aguiar / Do Local - Airton Marques

25 Fev 2021 - 11:41

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Max Russi diz que Emanuelzinho deve conduzir debate entre Governo e Prefeitura
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), espera que o deputado federal mais votado da região metropolitana de Cuiabá, Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o popular Emanuelzinho, seja o condutor do projeto que definirá o novo modal da capital. 

Leia mais:
Agora secretário, Botelho diz que irá se dedicar para comissão que cuidará da previdência dos inativos

Para Max, o fator de Emanuelzinho ser o filho do prefeito e também ser o parlamentar federal mais votado das duas cidades onde terá VLT ou BRT, pode ajudá-lo a ser a ponte dos debates para que a população tenha respostas de forma mais rápida.

"Nesse momento é necessário que o governo do Estado e o prefeito de Cuiabá se acertem para resolver isso. É hora do diálogo. Conversei com o deputado Emanuelzinho, ele foi o mais votado da região e ele precisa participar desse debate. Chamei ele para a discussão e acho que ele deve liderar esse debate e fazer uma interlocução do Governo e Prefeitura. Ele deve ser o responsável por essa situação, por ser filho do prefeito, por ser o mais votado de Cuiabá e ter porta aberta com o governo do Estado", disse Max Russi, antes da reunião com o governador e deputados, no Palácio Paiaguás, nesta quinta-feira (25).

Questionado sobre o plebiscito - alternativa dada pelo deputado federal Emanuelzinho - Max disse que não concorda, tendo em vista que durante a pandemia já houve eleição para prefeitos e vereadores, e um novo pleito traria gastos aos cofres públicos e aumento dos casos de coronavírus, assim como em 2020. 

"Não é que eu não receberia o plebiscito. Hoje eu não vejo espaço para isso. Os casos de Covid subiram muito em período eleitoral. Isso é uma verdade, aí agora faremos plebiscito? Agora é momento de entendimento entre o Governo e o prefeito. Eu sou presidente do colegiado. O que o povo quer é solução, algo melhor para o transporte público, e eu vou defender isso no Parlamento", concluiu o presidente. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet