Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Situação extrema

Deputado defende que governador coloque forças de segurança na rua para impedir aglomerações

01 Mar 2021 - 10:30

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

Foto: Reprodução

Deputado defende que governador coloque forças de segurança na rua para impedir aglomerações
O deputado estadual Dr. João (MDB), que participa na manhã desta segunda-feira (3) de uma reunião com o governador Mauro Mendes (DEM) para discutir medidas mais duras de prevenção contra a Covid-19, afirmou à imprensa que dará a sugestão de as forças de segurança irem para as ruas ajudar no impedimento e dispersão de aglomerações. Segundo o parlamentar, a situação está ‘assustadora’.

Leia também:
Em Brasília, Emanuel trata da compra de vacinas e liberação de emenda; vice se reúne com governador

“Está impressionante os números, está assustador, e nós temos que fazer alguma coisa. Eu não saio, praticamente, só para trabalhar. (...) Você vai num restaurante, o restaurante está lá com 40%, 50%, as mesas com distanciamento, tudo bem. Quando é alguma coisa mais aberta, a calçada fica lotada, a gurizada toda lá, sem máscara, tomando cerveja, então tem que ser feito alguma coisa”, lamentou.

“Eu conversei com o governador no sábado. Eu falei, governador, acho que nós temos que pensar, várias cabeças pensam melhor do que uma. Temos que fazer alguma coisa, e de preferência colocar o serviço de segurança na rua. Não adianta a Polícia ficar rodando ali, porque é ruim para a Prefeitura. Tem que colocar o serviço de segurança. Não precisa prender ninguém, não é para bater em ninguém, é para mandar as pessoas para casa. Se não, não tem jeito. Está morrendo muita gente”, completou o deputado.

O governador Mauro Mendes (DEM) tem uma série de reuniões na manhã desta segunda-feira (1) para discutir a necessidade de medidas mais restritivas para tentar conter a nova alta de casos e mortes do novo coronavírus (Covid-19). A primeira reunião acontece com os secretários Rogério Gallo (Sefaz), Marcelo de Oliveira (Sinfra), Gilberto Figueiredo (Ses), Cesar Miranda (Sedec), Basílio Rodrigues (Seplag) e Mauren Lazaretti (Sema).
 
O chefe do executivo estadual também se reúne com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Max Russi (PSB), José Antônio Borges (chefe do Ministério Público) e Maria Helena Póvoas (presidente do Tribunal de Justiça) e, logo após, com os prefeitos. A audiência para decidir sobre um possível novo decreto para Cuiabá e Várzea Grande acontece às 14h.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet