Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de abril de 2021

Notícias / Política MT

Investimento de R$13 mi

Governo dá ordem de serviço para projeto de gasoduto no Distrito Industrial; obra deve ser concluída em 2022

Da Redação - Isabela Mercuri

03 Mar 2021 - 15:38

Foto: Christiano Antonucci

Governo dá ordem de serviço para projeto de gasoduto no Distrito Industrial; obra deve ser concluída em 2022
O Governo do Estado deu a ordem de serviço à empresa Lima e Torres Engenharia para o início do projeto executivo do gasoduto no Distrito Industrial de Cuiabá. O projeto deve ser finalizado em até três meses. Depois disso, será realizada a licitação para a obra do duto, que deverá ser concluída no final do próximo ano. O investimento total deve ser de cerca de R$ 13 milhões.

Leia também:
Empresa conserta gasoduto que explodiu e reestabelece fornecimento de gás natural

A entrega da ordem de serviço foi feita nesta quarta-feira (3) por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) e MT Par. O valor do projeto da obra do gasoduto é de R$ 713 mil e o MT Par é responsável pela licitação e pelo acompanhamento e fiscalização da execução do mesmo.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, este é um grande sonho dos empresários do Distrito Industrial. “Essa matriz energética vai possibilitar uma grande economia e, consequentemente, muitas atividades econômicas poderão ser melhoradas e impulsionadas. Pela primeira vez, Mato Grosso tem um contrato firme de gás com a Bolívia e, desta forma, conseguimos dar segurança de fornecimento aos empresários e atraímos mais investidores”, afirma.

O início do projeto do gasoduto chega em um excelente momento, segundo Margareth Buzetti, presidente da Associação dos Empresários do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic). “É uma fonte de energia mais barata e dá opção para as empresas do Distrito. Hoje, a redução de custos é vital para as indústrias e, tendo alternativa, consegue também atrair mais empresas, o que é importante para a região”. Atualmente, 260 empresas estão sediadas no Distrito Industrial de Cuiabá e, entre elas, estão cerca de 70 indústrias que podem ser beneficiadas com o gás natural.

De acordo com informações a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), a empresa vencedora da licitação deve entregar em 45 dias o projeto básico para o termo de referência para início de licitação da obra, com análise de solo, traçado do duto, pressão e intercorrências.

“A partir daí, vem o projeto executivo e, posteriormente, a obra propriamente dita. O gasoduto tem um ramal inicial de 27,5 quilômetros para atender a demanda de 3 milhões de metros cúbicos ao mês em três a cinco anos, podendo chegar a 6 milhões de metros cúbicos mensais de consumo mensal”, afirma Rafael Reis, presidente da MT Gás.

O presidente do MT PAR, Wener Santos, lembrou que a sua equipe está à disposição para fazer parcerias. “Por se tratar de uma empresa do Governo, é mais fácil, é mais rápido, e menos burocrático. Estamos prontos para trabalhar em todo e qualquer projeto para o bem do Estado de Mato Grosso, gerando emprego e desenvolvimento, pois esse é o nosso principal papel”, disse.

O deputado estadual Carlos Avallone reforçou que este é um sonho antigo dos empresários da região. “Agradeço a determinação e competência do governador Mauro Mendes por fazer esta obra que aguardamos há anos, é um sonho de muitos governos e agora está sendo realizada”. Para o deputado estadual Wilson Santos este é um dia histórico: “Vai dar competitividade às indústrias de Cuiabá e já sugiro fazermos extensões em outras cidades para descentralizar a industrialização”. Já o deputado estadual Dilmar Dal Bosco disse que é “hora de fazer esta obra e dar tecnologia para nossos empreendedores”.

Participaram da reunião equipes técnicas da MT Gás, da MT Gás, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que fez o levantamento da demanda por gás natural no Distrito Industrial, diretoria da Aedic e empresários da região.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet