Olhar Direto

Notícias / Cidades

EM MEIO AO COLAPSO DA SAÙDE

PM dispersa 503 aglomerações e encaminha 40 pessoas à delegacia por descumprirem decreto no fim de semana

Da Redação - Michael Esquer

08 Mar 2021 - 17:17

Foto: PMMT

Os policiais estão nas ruas orientando sobre o decreto e agindo para evitar aglomerações, festas clandestinas e outras formas de descumprimento das medidas restritivas

Os policiais estão nas ruas orientando sobre o decreto e agindo para evitar aglomerações, festas clandestinas e outras formas de descumprimento das medidas restritivas

No momento em que Mato Grosso enfrenta o colapso dos hospitais no combate à Covid-19, a Operação Dispersão IV, da Polícia Militar, desfez cerca de 507 aglomerações e encaminhou 40 pessoas às delegacias durante esse final de semana. No total, desde o começo da operação, 1.300 aglomerações foram dispersadas e 130 pessoas conduzidas até uma delegacia.

Leia também:
Ocupação de UTIs em hospitais particulares chega a 97% em Cuiabá

De acordo com informações da assessoria, a operação levou às ruas nesse fim de semana um reforço de cerca de 700 policiais e 300 viaturas para fiscalizar o cumprimento das medidas de restrição à circulação de pessoas nas ruas, funcionamento de estabelecimentos comerciais, entre outras previstas no decreto estadual 836/2021.

A Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística (Spoe-MT) informou que as abordagens e apreensões foram feitas entre a noite de sexta-feira (5) e a madrugada desta segunda-feira (8). Entre as 40 detidas, nas cerca de 507 aglomerações, 14 foram autuadas por descumprir a restrição de circulação nas ruas, 22 por resistirem à orientação para não permanecer aglomeradas e 4 por não cumprirem o horário de fechamento de comércio.

Ainda conforme a Spoe-MT, 5.500 pessoas e 450 estabelecimentos comerciais receberam orientações sobre as novas medidas. A PM também notificou 60 pessoas que circulavam fora do horário permitido e orientou 1.750 por não estarem usando máscara de proteção facial.

Segundo o coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, subchefe de Estado Maior Geral e diretor Operacional da PM, a operação não vem enfrentando grandes problemas para fazer cumprir as medidas do decreto. “A população mato-grossense é ordeira, apenas uma pequena parcela descumpre as medidas e, para essa, a PM está presente nas ruas”, observa. 

Apesar disso, Pinheiro pontua que a prioridade tem sido orientar e informar sobre as determinações do decreto e fazer com que a população entenda que a Covid-19, com altos índices de contaminação e de internações hospitalares, exige restrições e o cuidado de todos.

O comandante geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, lembra que o papel da Polícia Militar, instituição que este ano completará 186 anos, é a segurança da população, portanto salvaguardar vidas.

Serviço

No caso da pandemia, com o número de casos da Covid-19 aumentando e os hospitais lotados, a PM está nas ruas trabalhando para ajudar a derrubar a curva de contaminação e morte pela doença o mais rápido possível para que vidas possam ser preservadas.

Nos casos de aglomerações, festas clandestinas, descumprimento do decreto, entre outros, a população pode acionar o 190 ou denunciar pelo disque-denúncia: 08000.65 3939.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet