Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Economia de R$65 mi

Empaer rescinde contrato de 43 servidores somente em março; 212 estão aptos à demissão voluntária

Foto: João de Melo | Empaer

Empaer rescinde contrato de 43 servidores somente em março; 212 estão aptos à demissão voluntária
A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) começou na última sexta-feira (27) a fazer homologação da rescisão do contrato de trabalho dos servidores que aderiram ao Plano de Demissão Voluntária (PDV). Somente em março a previsão é rescindir o contrato de 43 servidores, de 212 que estão aptos para o PDV.

Leia também:
Governo demite mais de 400 empregados da MTI e Empaer para gerar economia de R$ 95 milhões

De acordo com a assessoria de imprensa, quem aderir ao programa receberá as verbas rescisórias referentes aos direitos trabalhistas previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), na modalidade de dispensa sem justa causa.

O servidor receberá, ainda, um incentivo financeiro com o pagamento de três remunerações por adesão, além de indenização cujo índice é de 0,55 sobre o último salário, multiplicado pelos anos trabalhados.

A forma de pagamento será parcelada até dezembro de 2022. As rescisões são acompanhadas também por representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Pública de Mato Grosso (Sinterp).

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, explica que devido à Covid-19 foi feito um cronograma para segurança do servidor em assinar a rescisão. A intenção é desligar todos que aderiram até o mês de maio.

Conforme Loffi, o Plano de Demissão Voluntária (PDV) da Empaer encerrou no dia 18 de fevereiro, e os servidores tiveram um prazo de 30 dias para adesão. Com a redução dos funcionários, estima-se economizar R$ 65 milhões até o ano de 2022. “Foi feito um trabalho para buscar solução e gerar incentivos para os funcionários, redução da folha de pagamento e, consequentemente, economia aos cofres do governo estadual”, enfatiza.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet