Olhar Direto

Domingo, 09 de maio de 2021

Notícias | Cidades

Veja ranking

Cuiabá só utilizou metade do estoque de vacinas e VG é 12º município que menos aplicou doses

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Cuiabá só utilizou metade do estoque de vacinas e VG é 12º município que menos aplicou doses
Levantamento divulgado pelo Governo do Estado, com base em dados oficiais do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde (SES), aponta que Cuiabá só utilizou metade do estoque de vacinas recebidas até o momento (1º e 2º dose). Várzea Grande, cidade vizinha e que faz parte da região metropolitana, figura na lista como o 12º município que menos aplicou doses dos imunizantes, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas. Os números são da última terça-feira (13).

Leia mais:
Cadastramento de vacinação drive-thru causa confusão e idosos acabam não recebendo doses
 
Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Aripuanã (93%), General Carneiro (86%), Jaciara (86%), Rondolândia (81%), Planalto da Serra (81%), Juína (79%), Conquista D’Oeste (78%), Sorriso (78%), Alto Boa Vista (77%) e Nortelândia (76%).
 
Cuiabá recebeu, até ontem (13), 73.953 doses para a primeira aplicação. Deste total, 53.350 já foram aplicadas, chegando ao total de 72% do seu estoque. A capital mato-grossense deixa a desejar quando o assunto é segunda dose. Isso porque, o município recebeu 57.656 unidades, mas só fez o reforço em 19.268 pessoas, o que representa 33%.

Para tentar mudar a situação, Cuiabá já abriu novos pontos de vacinação e pretende aumentá-los em breve. A ideia de descentralizar a imunização partiu após diversas articulações e também o apoio de entidades.
 
Por enquanto, a cobertura vacinal de Cuiabá é de apenas 3,12% da sua população. No ranking, as cinco cidades que mais imunizaram seus munícipes, são: São Felix do Araguaia (12,56%); Campinápolis (12%); Gaúcha do Norte (9,97%); Alto Boa Vista ( 7,32%) e Araguainha (7,29%). Veja a lista completa AQUI.
 
Vale ressaltar que na contagem de Gaúcha do Norte estão contabilizadas aldeias localizadas em territórios vizinhos e que já receberam a imunização.
 
Várzea Grande é outra cidade que ainda deixa a desejar. O município recebeu 22.733 unidades para a primeira dose, mas só aplicou 13.819, o que representa 61% do total. Quando o assunto é o reforço da vacina, a situação é ainda mais crítica.
 
A cidade recebeu 17.797 doses dos imunizantes, mas só aplicou 3.268, o que representa 18%. Considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, Várzea Grande aparece entre os piores, sendo a 12ª que menos utilizou o estoque.  
 
O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (13.04), 618.760 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 617.084 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 99,7% do total recebido.
 
Das 618.760 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 355.323 (57%), sendo 268.218 como primeira dose e 87.105 como segunda dose.
 
Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem registrar as doses aplicadas nas aldeias localizadas em territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.
 
A Vigilância Estadual ainda alertou que a utilização das segundas doses como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.
 
Sobre a distribuição
 
Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).
 
A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Ministério da Defesa. Em alguns casos onde há necessidade, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.
 
É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população. Ou seja, estados com o maior número de idosos e profissionais de saúde recebem mais vacinas nesse primeiro momento.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet