Olhar Direto

Domingo, 20 de junho de 2021

Notícias | Política MT

Mais adiantado

Vacinando idosos de 60 anos, VG tem procura de cuiabanos mas não pode atendê-los

14 Abr 2021 - 10:01

Da Redação - Isabela Mercuri / Da reportagem local - Max Aguiar

Foto: Prefeitura Municipal de Várzea Grande

Vacinando idosos de 60 anos, VG tem procura de cuiabanos mas não pode atendê-los
A cidade de Várzea Grande já iniciou a vacinação de todos os idosos com mais de 60 anos de idade. Segundo o vereador Bruno Rios (PSB), que também é presidente da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Ucemmat), alguns cuiabanos tem tentado receber sua dose de vacina contra a Covid-19 na cidade industrial. No entanto, isso não é permitido.

Leia também:
Vereador de VG defende mais discussão sobre privatização do DAE: ‘munícipe vai pagar essa conta?’

“Infelizmente [tem] gente de Cuiabá querendo vacinar, é uma grande realidade em virtude do trabalho que tem sido feito lá. Infelizmente as pessoas, vendo a vacinação que está sendo feita em Cuiabá, estão procurando a Várzea Grande. A [vacinação de] Várzea Grande tem sido exemplo”, afirmou na última terça-feira.

VG conta, hoje, com quatro locais de vacinação: Univag (com drive thru), Ginásio Fiotão, Parque Berneck  e Jardim Marajoara. O cadastro para idosos com mais de 60 anos foi aberto na última segunda-feira (11), e a meta era de vacinar 11 mil pessoas somente nesta semana.

“Estou com meus parentes que moram na Coophamil querendo vacinar aqui e eu falo que não pode. Infelizmente a gestão não está dando conta, mas aqui na Várzea Grande a gente tem cobrado e tem feito um bom trabalho”, garantiu Bruno Rios. Segundo ele, os cuiabanos não podem ser vacinados na cidade vizinha, isto porque cada município recebe número de doses proporcionais para sua população.

Rios também propôs, recentemente, um projeto para punir os “fura-filas”. “Visa coibir essa prática que pra mim é ilegal e imoral. No momento em que uma pessoa tenta passar à frente de uma pessoa de idade deve ser punido, um projeto que visa punir não só aquele que foi vacinado, mas aquele que deu a vantagem, o agente público que ajudou a fazer todo esse trâmite”, explicou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet