Olhar Direto

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias | Cidades

SEGUNDA ONDA

Cuiabá registrou média de 125,5 óbitos por semana durante mês de março e ultrapassou pico de 2020

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Cuiabá registrou média de 125,5 óbitos por semana durante mês de março e ultrapassou pico de 2020
Cuiabá registrou uma média de 125,5 óbitos por semana no período de 14 de março a 8 de abril de 2021, superando o pico de mortalidade de 2020 que era de 99,3. As informações são do Informe Epidemiológico da Covid-19 elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Leia também:
Cuiabá sai de risco alto para moderado e atinge 44,3% na taxa de ocupação de UTI para Covid-19; enfermarias pediátricas zeradas

A Semana Epidemiológica (SE) 10 – entre 07 a 13 de março de 2021, foi a que registrou o maior número de casos semanais (total de 3.690) desde o início da pandemia. Com 12.879 casos confirmados, o mês de março (SE 09 a 12; 28 de fevereiro a 27 de março) concentrou 16,3% dos casos notificados de Covid-19 desde 14 de março de 2020, apresentando a maior média de casos semanais (3.219,8/semana).

Em abril (SE 13 a 16; 28 de março a 24 de abril) a média/semanal reduziu para 1.385,3/semana e nas duas primeiras semanas de maio (SE 17 e SE 18; 25 de abril a 08 de maio) para 607,5/semana. Houve, portando, declínio da média de casos nas duas últimas semanas (SE 17 e SE 18) quando comparado com as duas semanas anteriores (SE 15 e SE 16) que foi de 961,0 casos/semana.

Contudo, o declínio observado nas últimas semanas deve sempre ser analisado com cautela tendo em vista que muitos casos ainda não foram notificados ou lançados no sistema.

Ainda conforme os registros, o primeiro aumento de casos ocorreu entre junho e julho de 2020 nos quais o número de casos variou de 2.061 a 2.516. Após, houve o declínio de casos, mais acentuado no período de 11 de outubro a 28 de novembro de 2020 e posteriormente novo aumento entre 29 de novembro a 05 de dezembro, tendo ultrapassado 1.000 casos/semana, destacando-se, com mais de 2 mil casos/semana, no período entre 21 a 27 de fevereiro; 21 de março a 03 de abril de 2021 e com mais de 3.000 casos/semana entre 28 de fevereiro a 20 de março.

Risco moderado 

Novo panorama epidemiológico da Covid-19 realizado pelo Governo do Estado de Mato Grosso infirma que o município de Cuiabá passou do risco alto de contaminação para a classificação de risco moderado. A divulgação foi feita na noite desta terça-feira (11).

Conforme a Prefeitura da capital, Cuiabá começou a diminuir os casos de Covid-19 há cerca de duas semanas. O marco desta diminuição se deu quando a fila de espera para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) zerou.

A melhora no quadro epidemiológico da capital é de grande alívio para a população, tendo em vista que no mês de março, o Hospital de Referência à Covid-19 (antigo Pronto Socorro), atingiu 98% de ocupação dos leitos de UTI.

Com os dados atualizados, a taxa de ocupação nesta quarta-feira (12) diminuiu para 44,3% em UTI e zerou a fila de enfermarias pediátricas, sem crianças internadas.

No Hospital São Benedito, também referência ao coronavírus, a taxa de ocupação de UTI alcançou 41,6%. Menor taxa desde a segunda onda que atingiu o estado.

Foi informado também que diminuiu a quantidade de pessoas acima de 80 anos que se infectaram ou foram internadas por conta do vírus. Vale lembrar que essa faixa etária inclui o único grupo da capital que completou, há mais de um mês, o ciclo de duas doses na campanha de imunização.

No mês de abril 53 pessoas tiveram alta no São Benedito e só nos últimos sete dias 18 pessoas receberam a notícia de que poderiam ir para as suas casas.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet