Olhar Direto

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias | Política MT

Saúde pública

Mauro diz que investimento em novos hospitais é de R$ 600 milhões e promete anunciar nova obra sexta-feira

Foto: Mayke Toscano / Secom MT

Mauro diz que investimento em novos hospitais é de R$ 600 milhões e promete anunciar nova obra sexta-feira
O governador Mauro Mendes (DEM) definiu, após vistoria nesta quinta-feira (13), onde será o novo hospital regional de Tangará da Serra (242km de Cuiabá). Na sexta-feira (14), ele viaja ao Araguaia, onde também pretende construir um novo hospital. Segundo o governador, no total haverão seis novos espaços de saúde em Mato Grosso e o investimento total neles é de R$ 600 milhões.

Leia também:
Governador define construção de hospital com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs em Tangará

“Amanhã a tarde se Deus quiser nós vamos lá [no Araguaia], vamos olhar duas cidades, duas áreas e vamos sair de lá amanhã anunciando onde vai ser, não vou enrolar não, como alguns pensam. Faz tempo que esses projetos estão prontos e se Deus quiser esse ano vamos licitar essas obras e dar ordem de serviço para serem executados quatro hospitais regionais no estado de Mato Grosso”, garantiu o gestor.

O hospital anunciado em Tangará da Serra deve custar cerca de R$ 75 milhões. Ao todo, os quatro hospitais do interior do estado devem somar R$ 300 milhões. Os outros dois são o Hospital Central e o Hospital Júlio Muller, que são de alta complexidade e também somam R$ 300 milhões.

“Com R$ 300 milhões na capital mais R$ 300 milhões no interior, só na saúde pública nesses seis hospitais são R$ 600 milhões de investimento, e o dinheiro está no caixa. Então, meus amigos, muito obrigada a todos, eu tenho que agradecer também, porque tudo isso que está acontecendo eu sou apenas uma peça nesse tabuleiro que todos vocês estão”, declarou Mauro.

“Esse é um estado de gente gigante, de gente trabalhadora e eu só tenho o mérito, talvez, nesse momento, de ter tido a coragem de tomar algumas decisões e muitas delas não foram nem ideias minhas, foram trazidas por servidores públicos de carreira. Está ali Rogério Gallo que é secretário de Fazenda, mas é um servidor público de carreira. Procurador do Estado, que eu sei que tem ao lado dele uma valorosa equipe”, completou.

O gestor ainda explicou que o hospital de Barra do Bugres, que atualmente é o hospital regional da região sudoeste de Mato Grosso, continuará funcionando e passará por uma reforma, mas terá perfil de hospital municipal. “O governo vai ajudar a tocar como tem ajudado, mas vamos mudar a forma de ajudar, vamos trabalhar agora por resultado, por serviço”, declarou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet