Olhar Direto

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias | Cidades

ESTELIONATO

Quatro homens são presos e um menor apreendido acusados de integrar organização criminosa que praticava "golpes da OLX"

Foto: PM-MT

Quatro homens são presos e um menor apreendido acusados de integrar organização criminosa que praticava
Um menor foi apreendido e quatro homens foram presos na tarde deste sábado (15) acusados de integrar uma organização criminosa que praticava crimes de estelionato, conhecido como "Golpe da OLX", em Cuiabá. Os acusados se passavam pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, de Sorocaba, em São Paulo (OAB-SP), para praticar os golpes. Dos cinco suspeitos conduzidos, três já tinham passagem pela polícia. 

Leia mais: 
Projeto prevê amparo financeiro e psicológico para crianças e adolescentes que perderam os pais vítimas da Covid-19

Os homens foram encontrados após uma equipe da Polícia Militar avistar um veículo ocupado por dois indivíduos andando em alta velocidade em direção a Estrada do Moinho. Diante da movimentação suspeita, os policiais iniciaram a perseguição e conseguiram abordar os dois suspeitos já no bairro Pedregal. 

Durante a abordagem, um dos homens relatou que estavam em uma residência no bairro Santa Cruz, onde funcionava o escritório de uma organização criminosa que atuava aplicando golpes, na modalidade OLX. Ainda segundo o suspeito, cada integrante tinha uma função dentro do grupo. 

A equipe policial se deslocou até a residência e conseguiu localizar os outros três suspeitos. No local foram encontrados três porções de maconha, 76 de substância análoga a cocaína e outros sete celulares. Já no veículo os policiais encontraram R$ 600, quatro celulares e seis chips. 

Ainda durante a apuração dos fatos, um dos integrantes do grupo confessou que utilizava o perfil do presidente da OAB de Sorocaba, para poder aplicar os golpes. 

Além dos crimes de estelionato e tráfico de drogas, os acusados devem responder também por corrupção de menor, já que um dos integrantes do grupo possui 16 anos. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet