Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

em VG

Governador entrega reforma de escola parada há dez anos e minimiza manifestações: “são naturais”

17 Mai 2021 - 16:45

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Mayke Toscano / Secom MT

Governador entrega reforma de escola parada há dez anos e minimiza manifestações: “são naturais”
O governador Mauro Mendes (DEM) entregou na tarde desta segunda-feira (17) a reforma da escola Estadual Professora Arlete Maria da Silva, em Várzea Grande (VG), que já estava parada há dez anos. O local de ensino chegou a aparecer no Fantástico, programa da Rede Globo, como exemplo de má estrutura. Na ocasião, Mauro foi recebido por alguns manifestantes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) de VG, mas não se abalou: “Manifestações são naturais, eu não tenho a pretensão de agradar todo mundo”, afirmou.

Leia também:
Sintep faz manifestação em porta de escola antes de ato de Mauro Mendes

Participaram do evento junto a Mauro Mendes o prefeito de VG Kalil Baracat (MDB), o senador Jayme Campos (DEM), o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) e o ex-governador Julio Campos (DEM). Mauro disse que esta entrega foi a quinta entrega de escola dos últimos dias, e que simboliza um número ainda maior de obras.
“Temos nesse momento dezenas de escolas que passam por um processo de recuperação da estrutura física das nossas unidades. Nesse ano temos a previsão de colocar em construção 35 escolas novas, reformadas, como essa. A impressão que dá para quem chega é de que é uma escola nova. Entretanto, se tratava de uma escola antiga, ela já foi até objeto de reportagem que saiu no Fantástico junto com a escola que entregamos há poucos dias no Coophema, a chamada escola de lata, Hermelinda que ficou conhecida como escola de lata. E essa aqui apareceu algumas imagens também, até seria uma boa oportunidade desse mesmo veículo de comunicação mostrar o antes e o depois que o governo do Estado de Mato Grosso está fazendo em prol da educação”, afirmou Mauro.

O governador disse estar feliz em realizar a entrega, e que muitos alunos chegaram a lhe dizer que uma escola como esta era um sonho para eles. “Todas as nossas escolas vão passar, nos próximos meses, até o final do ano que vem se Deus quiser, por um processo de climatização, de reformas, de melhoria, para que essa infraestrutura possa cooperar dentro do conjunto de outras ações para a melhoria da qualidade de ensino, que é isso que importa e é isso que ao final do dia nós estamos buscando”, completou.

Manifestação

Durante a entrega da escola, um grupo de sete manifestantes do Sintep protestava contra o governador por medidas como a alíquota de 14% aos servidores aposentados, o não cumprimento da lei 510, a famosa “lei da dobra”, e ainda pormenores da reforma da escola. “Quando eu vejo ali cinco, oito pessoas se manifestando, isso é bom, a democracia exige isso, mas estamos muito convencidos do que estamos fazendo por Mato Grosso, do resultado que estamos apresentando, em todo o estado de Mato Grosso está sendo visto. Agora, é claro que vai ter sempre, por um motivo ou outro, alguém reclamando. Democracia é a vontade da maioria, não é a vontade de todos, então é natural que em qualquer momento você vai ter alguém protestando, mas dá para contar nos dedos das mãos”, respondeu o governador.

A respeito das críticas à reforma, ele disse que devem ser endereçadas à sua equipe. “Tem uma equipe para fazer isso, não é o governador que manda fazer isso. Se eu for cuidar de uma reclamaçãozinha, de um probleminha, eu vou parar o estado de Mato Grosso vai ser o pior estado do Brasil porque vou ter que me ater a esses detalhes. Há que se imaginar que existe uma secretaria, uma estrutura, uma escola, uma verba que vem para isso. Quando o sindicato fala isso ele está brincando com a inteligência de alguns, mas com a minha não”, finalizou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet