Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Ciência & Saúde

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

Sindicato diz que dificuldades para atestar comorbidade de pacientes tem causado constrangimentos à classe médica

Foto: Sindimed-MT

Sindicato diz que dificuldades para atestar comorbidade de pacientes tem causado constrangimentos à classe médica
O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed-MT) alertou, nesta terça-feira (26), que diante do início da vacinação contra a Covid-19 de grupos com comorbidades, muitas pessoas têm procurado os prontos atendimentos da Capital para conseguir a comprovação das doenças exigida pela Prefeitura de Cuiabá, o que tem causado constrangimento aos médicos. 

Leia também:
Coordenadora de vacinação explica que documentos comprobatórios precisam ter CID da comorbidade e validade de 180 dias

De acordo com a associação, nesses postos de atendimento, os médicos estão enfrentando dificuldades por não disporem de todas as informações necessárias para conseguir concluir se o caso de um paciente se encaixa ou não nas exigências do governo. 

Diante da questão, os profissionais têm feito o encaminhamento para os serviços ambulatoriais onde o médico assistente, que faz o acompanhamento dessas pessoas, possa fornecer o documento. Porém, segundo o sindicato, essa conduta tem gerado descontentamento nos pacientes e vem causando constrangimento aos médicos.

O problema consiste, principalmente, pelo fato de nos ambulatórios os pacientes primeiro agendarem a data da vacina para depois proceder com a declaração de comorbidades, forçando, assim, encaixes nas agendas já lotadas nos consultórios médicos. 

Outro conflito se trata de pacientes que procuram um médico no ambulatório, com quem nunca tiveram contato, exigindo o carimbo e a assinatura no documento.

Atualmente, o preenchimento da declaração tem várias restrições, pois não basta ter apenas a determinação da doença. É necessário também preencher critérios bastante restritivos. 

O Sindimed-MT aponta que as maiores dificuldades encontradas pelos médicos dizem respeito aos casos onde pacientes hipertensos que não preenchem os critérios exigidos no documento fornecido pela Prefeitura de Cuiabá.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet