Olhar Direto

Terça-feira, 03 de agosto de 2021

Notícias | Picante

Mais um capítulo

Governador pede reavaliação do Conselho da Previdência para conseguir enviar projeto à AL

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mais um capítulo
Depois de o Conselho da Previdência aprovar uma proposta diferente do que havia sido acordado entre deputados e o Governo do Estado, dando isenção a todos os aposentados com doenças incapacitantes que ganham até o dobro do teto da previdência, o governador Mauro Mendes (DEM) irá pedir reconsideração. Segundo o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), o Governo não acha viável implantar a regra acatada pelo Conselho, e as negociações anteriores previam diminuir em 50% a alíquota daqueles aposentados com doenças incapacitantes que ganham até o dobro do teto e isentar aqueles que ganham até o teto do INSS (atualmente em R$6.433,57). Atualmente, quem ganha mais que um salário mínimo paga 14% de alíquota previdenciária.  Se o Conselho reconsiderar e for aprovada a proposta do Governo, ela ainda precisa ser aprovada na Assembleia Legislativa. Se ele não reconsiderar, o Estado não precisa acatar o que já foi votado no Conselho. O aposentado, no fim, segue pagando os 14% e sem previsão de mudança.

Mais Picantes

Sitevip Internet