Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de julho de 2021

Notícias | Política MT

trabalho perigoso

Em CPI, ex-vereador diz que foi ameaçado por irmão de Riva ao tentar fiscalizar garimpo

14 Jun 2021 - 12:00

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

Foto: Helder Faria/ AL-MT

Walney Rosa em depoimento

Walney Rosa em depoimento

O empresário e ex-vereador de Poconé Wolney Rosa relatou, durante oitivas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal, que já foi ameaçado pelo irmão do ex-deputado José Riva, o ‘Priminho Riva’, quando fiscalizava ações de garimpo ilegal em Poconé (104km de Cuiabá).

Leia também:
Wilson acusa Avalone de 'defender garimpeiro' em CPI e deputado rebate: “Extremamente deselegante”

Segundo Wolney, ele fez um Boletim de Ocorrência após o ocorrido e hoje em dia não quer mais diálogo com Priminho. “Foi em 2017. Aconteceu o seguinte, eu estava vindo na fiscalização ambiental do distrito de Cangas, e o veículo deles, sem eu saber que era o proprietário, acabou me perseguindo, me fechou na entrada da cidade e falou: o que você está fazendo? O que você... até explicar 'lé com cré' eu fui e fiz essa denúncia, boletim de ocorrência na Polícia Militar”, contou o ex-vereador à imprensa.

“Eu creio o seguinte, foram intempéries especificamente com nome e sobrenome, Priminho Riva. Aconteceu, o boletim de ocorrência foi lavrado, e depois a cooperativa dos garimpeiros atendeu à necessidade. No entanto é alguém que eu não quero diálogo, e por mim caso encerrado”, completou.

Priminho Antônio Riva já foi condenado por um convênio de obras de drenagem, realizado em 2003 e teve que pagar a quantia de R$ 454.081,16 com o recolhimento das dívidas aos cofres do Tesouro Nacional, e mais multa. Em 2020, ele tentou ser candidato a prefeito de Juara (694km de Cuiabá), mas teve a candidatura impugnada.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet