Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de julho de 2021

Notícias | Política MT

pasta de saúde

Emanuel diz que não há preocupação de investigações contra novo secretário: ‘Justiça também existe para absolver’

18 Jun 2021 - 16:15

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Emanuel diz que não há preocupação de investigações contra novo secretário: ‘Justiça também existe para absolver’
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que não se preocupa com o fato de haver dois inquéritos investigando o novo secretário de Saúde, Célio Rodrigues. Para Pinheiro, a justiça existe para condenar, mas também para absolver e arquivar.

Leia também:
Emanuel diz que WF não tem espaço no governo e está ‘cavando a própria sepultura’ ao tentar aproximação

“Desconheço esses casos. Até acho que ele não é parte em uma das investigações que divulgaram, mas vivemos em estado democrático de direito, a presunção da inocência é a base da sociedade que vivemos. Ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado e sentença penal condenatória”, afirmou o prefeito nesta quinta-feira (17).

“O fato de estar sendo investigado não quer dizer nada. A Justiça não existe apenas para condenar, mas também absolver e arquivar, como está acontecendo na maioria das denúncias e operações – entre aspas – contra a gestão Emanuel”, completou o prefeito.

Em relação à troca no secretariado, Pinheiro negou que tenha acontecido por receio de que a agora ex-secretária de Saúde Ozenira Félix fosse alvo da polícia. Segundo o prefeito, a mudança já estava programada e faz parte da chamada ‘reoxigenação’ do primeiro escalão.

“Ela já sabia, no meu plano era para ter acontecido há uns 60 dias. A reoxigenação que estou fazendo na gestão é para valer. Vou anunciar novos secretários e novas trocas. Achei que havia chegado o momento. Vi muita injustiça com a secretária Ozenira, que é uma grande técnica e secretária. Uma pessoa da minha confiança pessoal”, finalizou.

Recentemente a imprensa divulgou que Célio Rodrigues é investigado em dois inquéritos de irregularidades em contratos da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, de aproximadamente R$ 20 milhões.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet