Olhar Direto

Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Notícias | Cidades

rostos da pandemia

Quatro professoras e advogado morrem vítimas da Covid-19 em Mato Grosso

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Sabino, Eden, Rosimeiry e Rejane, da esquerda para direita.

Sabino, Eden, Rosimeiry e Rejane, da esquerda para direita.

Mato Grosso contabiliza oficialmente 11.77 óbitos em decorrência da Covid-19. Nos últimos dias, diversas pessoas morreram por conta da doença. Entre elas, quatro professores e um advogado. 

Leia também:
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da Covid-19

O professor de Educação Física Sabino Albertão Filho, de 78 anos, estava internado em uma UTI de Sinop desde 3 de junho. Ele morreu nesta terça (22).

Sabino atuou no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O docente era aposentado da Faculdade de Educação Física (FEF) e um dos pilares do desenvolvimento do esporte mato-grossense.

O docente ingressou na UFMT em 1973. Além do ensino, o professor Sabino Albertão Filho, também foi chefe de departamento e integrou o conselho de ensino e pesquisa, aposentando-se em 1995.

Em nota de pesar, a direção da FEF, além de manifestar os sentimentos aos amigos e familiares, ressaltou que o professor Sabino foi um dos alicerces da Faculdade "nos anos 70-80, ministrando a disciplina de Voleibol, sendo inclusive, presidente da Federação Matogrossense de Voleibol".

"Foi Secretário Estadual de Esporte nos anos 90. Sua gestão foi responsável por uma série de cursos de capacitação para os professores de Educação Física do estado de Mato Grosso e por estabelecer as bases da lei de incentivo ao esporte. Era um visionário quanto à relação do esporte na escola e da busca de talentos esportivos por professores de Educação Física escolar", prosseguiu.

Já o contador Eden Aristoflavy Maranhão Praeiro, de 56 anos, morreu nesta segunda-feira (21), por complicações da Covid-19. Eden Praeiro era professor e coordenador do curso de Ciências Contábeis da Universidade de Cuiabá (Unic), em Cuiabá. 

O contador ocupava a cadeira n.º 21 da Academia Mato-Grossense de Ciências Contábeis.

Em nota, o Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso manifestou sentimento de solidariedade.

Rosimeiry Alves Dutra morreu nesta segunda-feira. Aos 58 anos, ela atuava na CMEB Moreira Cabral, no município de Barra do Garças.

A professora foi a óbito pouco tempo depois de compartilhar uma mensagem importante em sua rede social. Em 3 de junho, Rosimeiry replicou um post onde manifesta o desejo por vacinação contra a Covid-19 diante do debate da realização da Copa América no país.

O óbito da professora Rejane Melhorança Albertão ocorreu no último sábado (19). Pedagoga, Rejane, 47 anos, atuava na Escola Estadual Professora Maria de Fátima Gimenez Lopes, em Sinop. Ela é filha de Sabino, que morreu quatro dias depois. 

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) lamentou o falecimento de Rosimery e Rejane.

Faleceu aos 53 anos, advogado Jorge Botega, de complicações da Covid-19, no sábado.
 
Ele atuava em Cuiabá, na área do Direito Cível. Era um profissional sério, ético e honesto. Discreto, sua marca era também a inteligência.
 
Solteiro e sem filhos, deixa a mãe idosa, com quem morava e de quem cuidava.
 
A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentou o falecimento, desejando força aos familiares e amigos enlutados.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet