Olhar Direto

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias | Política MT

não inaugurado

‘Não reformei o Dutrinha para Campeonato Brasileiro’, diz Emanuel após recusa da CBF

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

‘Não reformei o Dutrinha para Campeonato Brasileiro’, diz Emanuel após recusa da CBF
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que ficou contente com a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de não utilizar o Dutrinha para o jogo entre o Grêmio e o Cuiabá, do Campeonato Brasileiro, pois o “templo do futebol cuiabano” foi feito, segundo ele, para projetos sociais e para o futebol amador. Emanuel argumentou que quer entregar o Dutrinha “em alto estilo”, e as obras ainda não estavam terminadas.

Leia também:
CBF vê gramado fora do padrão e adia jogo entre Cuiabá e Grêmio pelo Brasileirão; prefeitura cita aval da Conmebol

“A grama está de primeira grandeza, está pronta, tanto é que a Conmenbol aprovou, autorizou, mas eu não ofereci Dutrinha para ninguém, eles que me pediram, a Conmenbol e a CBF foram lá, vistoriaram, aprovaram, tanto é que as seleções estrangeiras estão lá. Não ofereci o Dutrinha para jogar campeonato, e aliás, eu não quero o Dutrinha em Copa do Brasil, em Campeonato Brasileiro. O Dutrinha é para Cuiabá, eu não requalifiquei e reestruturei o templo do futebol cuiabano para dar para o futebol brasileiro ou para um clube qualquer, ou qualquer outro clube”, argumentou o prefeito na tarde desta quarta-feira (22).

A realização do jogo no Dutrinha aconteceria porque a Arena Pantanal estava sendo utilizada para jogos da Copa América. A CBF chegou a confirmar a realização no último dia 15 de junho, mas cancelou no dia 17 do mesmo mês, e decidiu adiar o jogo. A entidade máxima do futebol brasileiro, na ocasião, pontuou que o gramado se encontrava fora dos padrões para partida do campeonato nacional. Em nota, a prefeitura citou o aval que a praça esportiva recebeu da Conmebol e os elogios feitos.

No entanto, o prefeito afirmou que não se preocupou com a avaliação. “Eu fiz o Dutrinha para o povo cuiabano, para servir de ponto de base do Bom de Bola, Bom de Escola, do Lapidando Craques, que são programas sociais e educativos que eu vou reforçar e lançar em Cuiabá, e para o futebol amador. Então, o Dutrinha não sei de onde tiraram que é para o Campeonato Brasileiro. Eles que me pediram. A CBF que me ligou me pedindo porque eles aprovaram o Dutrinha. Eu não queria dar, eu não queria, não tinha inaugurado. Mas foi um pedido da CBF, eu estou esperando as doses extras, a CBF está apoiando a gente com as doses extras, então... aí eu cedi e por causa de uns detalhezinhos eles não usaram e eu acabei gostando”.

Em relação a críticas feitas pelos vereadores Dilemário Alencar (PODE) e pela vereadora Michelly Alencar (DEM) a respeito do estádio, o prefeito afirmou que ‘riu muito’. “Fiquei olhando e pensando, como alguém se presta ao ridículo, no afã de bater, bater e bater, vibram com o boicote e não tem o menor respeito pela população. Eu já disse, o Dutrinha não está entregue. O Dutrinha vai ser entregue na segunda quinzena de julho ou primeira quinzena de agosto. Eles pagaram um mico. Eu mesmo tinha vistoriado a obra uma semana antes deles e tinha detectado uns pontos para melhorar a qualidade da obra, até porque é uma obra que vai fazer 70 anos em janeiro, então evidentemente tem uma construção que precisa de um cuidado muito maior e muito especial”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet