Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

POR ESCOLHA DE IMUNIZANTE

Cuiabá tem abstenção de 50% do público agendado para primeira dose da vacina; faltosos "aceleram" grupos não prioritários

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Cuiabá tem abstenção de 50% do público agendado para primeira dose da vacina; faltosos
A coordenadora de campanha da imunização contra Covid-19, Valéria de Oliveira, afirmou nesta terça-feira (6) que a taxa de abstenção chegou a 50% do público que estava agendado para tomar o imunizante. A fala aconteceu durante um encontro entre a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) e membros da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Com o novo sistema de redistribuição de doses dos ausentes, a prefeitura consegue manter o ritmo de vacinação e os faltosos têm acelerado o começo da imunização de grupos que ainda não seriam contemplados nessa etapa.

Leia mais: 
Cuiabá é 57º município de Mato Grosso que mais aplicou vacinas contra Covid-19

Dentre os argumentos citados pela coordenadora para justificar o número alto de faltosos, está a preferência a uma determinada “marca” de vacina em detrimento da que está disponível. Ainda segundo Valéria, desde que a Prefeitura anunciou o pré-cadastro para o público de 18 a 49 anos, houve uma redução das faltas durante a semana. Os profissionais presentes reforçaram a importância de a população atender ao chamamento para a imunização.

"Já registramos falta da metade do grupo que estava agendado. Tem acontecido casos da pessoa se recusar a tomar a vacina que estava disponível. Isso é muito prejudicial a todo o sistema de saúde, pois sabemos que o caminho para vencer a doença é somente com a imunização”, contou a coordenadora. 

Apesar do número mais baixo de faltas durante a semana, os agendamentos dos finais desemana e feriados continuam sendo afetados pelo não comparecimento da população. “Atualmente as abstenções têm sido mais frequentes nos finais de semana e nos feriados, com aproximadamente 20% de faltas do total de pessoas agendas“, afirmou. 

Profissionais reforçam importância da vacinação

Segundo o consultor nacional da Opas, Rodrigo Said, a vacinação é comprovadamente eficaz no combate às doenças. “A vacina é uma estratégia fundamental no controle da transmissão da doença. Todas as vacinas que estão sendo utilizadas no nosso país foram liberadas e licenciadas pela Anvisa, que é nosso órgão regulador. O que a gente precisa ter ciência é que a melhor vacina é a que está disponível neste momento”, enfatizou.

A comitiva da Opan é composta por médicos infectologista, profissionais epidemiológicos e representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). A cidade de Cuiabá é só mais um município visitado por membros da Opan, que já esteve também nos estados do Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

Dados atualizados 

Em Cuiabá, desde o início da imunização contra a Covid-19, em janeiro deste ano, 292.316 mil doses já foram aplicadas, sendo 219.622 de primeira dose, 68.773 de segunda dose e 3.921 de dose única. Os dados são do Localiza Sus, sistema do Governo Federal, que registra as imunizações realizadas em todo o país. 

A vacinação em Cuiabá é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ao todo, a capital dispõe de cinco polos de vacinação: Senai Porto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa, Sesc Balneário e Assembleia Legislativa.

Como se cadastrar para receber doses dos faltosos 

Para se cadastrar, é necessário entrar no site e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual.  Quando ela for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail para a pessoa informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina.

No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado. No caso de vacinação pela categoria profissional, também é preciso apresentar declaração de vínculo funcional. Já no caso das pessoas que se cadastraram pelos grupos de comorbidades ou deficiência permanente grave, além de gestantes, puérperas e lactantes, é preciso apresentar o laudo médico.

Em Cuiabá, há cinco polos de vacinação: Senai Porto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa, Sesc Balneário e Assembleia Legislativa.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet