Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

tragédia no chile

Apartamento de onde modelo cuiabana caiu passou por limpeza pouco depois da morte

Foto: Programa Fantástico

Apartamento de onde modelo cuiabana caiu passou por limpeza pouco depois da morte
O apartamento de onde a modelo cuiabana Nayara Vit, de 33 anos, caiu no último dia 7, em Santiago no Chile, teria passado por uma limpeza pouco depois da morte. A informação foi repassada pelo advogado Cristian Cáceres em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (18).

Leia também:
Promotor acredita que morte de modelo cuiabana não foi suicídio

A queda ocorreu no prédio do namorado da modelo, o empresário Rodrigo Del Valle Mijac, com quem ela vivia depois de ter se divorciado do marido. A família só soube da morte pelo ex-marido de Nayara, pai de sua filha. Assim que souberam da queda, tentaram contato com o namorado. "Ele não falou nada. Meu pai ligava para ele, ele não falava nada, não atendia, lia a mensagem e não respondia", afirmou Gabriel Vit, irmão da modelo.

Ainda conforme a reportagem, as investigações sobre o caso, que inicialmente trabalhavam com a hipótese de suicídio, correm em sigilo. Dois dias depois da morte de Nayara, a família contratou o advogado Cristian Cáceres, no Chile, para acompanhar o processo. Ele começou, então, sua própria investigação sobre o que teria acontecido.

"Primeiro, a gente tomou conhecimento que a Nayara não tinha nenhuma psicopatologia. Ela não apresentava ideias suicidas. Também tomamos conhecimento que naquela mesma noite ela, muito feliz e animada, jantou com os amigos em um restaurante aqui em Santiago, provavelmente às 20h", afirmou Cáceres. Ainda segundo o advogado, testemunhas disseram que o apartamento de onde Nayara caiu teria passado por uma limpeza minutos após sua morte.
 
O promotor Omar Mérida, do Ministério Público do Chile, acredita que a morte da modelo não tenha sido em decorrência de suicídio. Nas redes sociais, ele informou ter conseguido recolher vídeos, áudios, testemunhos e provas materiais que permitem “considerar hipóteses distintas de suicídio”.

“As diligências das últimas horas têm permitido avançar satisfatoriamente com a investigação, com vídeos, áudios, depoimentos e evidências materiais, os quais contribuem para esclarecer a dinâmica dos fatos e as inconsistências nos principais depoimentos do fato”, afirmou.

O promotor ainda acrescentou que “Isso permite considerar com mais força a hipótese diferente de suicídio”.
A versão do namorado de Nayara é de que a modelo saiu correndo do quarto e se atirou pela sacada do 12º andar. Conforme relato de uma amiga, após a queda, Rodrigo se quer teria saído do apartamento.

Familiares e amigos estão utilizando grupos de WhatsApp para mobilizar amigos e familiares para cobrar atitudes acerca do caso, para levantar a hashtag #SomosTodosNayara nas redes sociais.

Nayara é filha de Allen e Elaine Marcos Vit, que moram em Florianópolis. A modelo nasceu e morou em Cuiabá até os 9 anos, quando se mudou para o interior de São Paulo. Por volta dos 15, mudou-se para a capital paulista e posteriormente para o Chile, onde seguiu com a carreira de modelo e ficou conhecida por conta de um Toc Show, programa exibido de segunda a sexta-feira no canal TV +, em horário nobre.

Confira a reportagem completa AQUI
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet