Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias | Política BR

APOIO AO ESTADO

Ministro afirma que ferrovia estadual é bem-vinda: ‘não vejo desconexão com política nacional ferroviária’

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

Ministro afirma que ferrovia estadual é bem-vinda: ‘não vejo desconexão com política nacional ferroviária’
Apesar dos rumores de que teria ameaçado atrapalhar a implantação da ferrovia estadual em Mato Grosso, caso algo do processo lhe desagradasse, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio do Oliveira destacou a importância das iniciativas estaduais frente às dificuldades que o Governo Federal tem enfrentado para destravar legislações federais. O edital de chamamento público para o empreendiment oi lançado nesta segunda-feira (19).

Leia também:
Jayme diz que não é filho de pai assustado e manda recado a ministro Tarcísio: "não brinca comigo"

Segundo ele, a iniciativa de Mato Grosso e crucial para a ampliação da malha viária brasileira, já que o modelo deverá servir de exemplo para outras unidades da Federação. A construção da ferrovia só foi lançada por conta da Lei 685/2021, aprovada no início do ano pela Assembleia Legislativa (ALMT), na qual permitiu que o estado adotasse modalidade de outorga para conceder à iniciativa privada trechos dentro do seu limite geográfico, tanto para transporte de carga quanto de passageiros.

“Eu entendo que sim [outros estados podem seguir o exemplo de MT]. As leis estaduais são excelentes iniciativas. A extensão que está sendo promovida pelo Governo de Mato Grosso é muito bem-vinda, porque no final das contas a gente aumenta a área de influência da ferrovia, permite buscar cargas mais longe, vai aumentar a quantidade de TKU [Tonelada Quilômetro Útil] dentro da ferrovia e isso é uma coisa interessante. Não vejo ali nenhum tipo de desconexão com a política nacional ferroviária”, defendeu o ministro, durante live promovida pelo Valor Econômico, em parceria com a Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF).

Para não haver brechas de a ferrovia ‘empacar’, o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico e Social do Vale do Rio Cuiabá, presidido pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), assinou manifestou de apoio à legislação estadual. Além de lideranças políticas, o documento recebeu apoio do o apoio do Fórum Pró-Ferrovia em Cuiabá, que tem como presidente o secretário municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

A ferrovia estadual, que é uma obra pioneira e histórica em Mato Grosso, vai interligar Cuiabá a Rondonópolis, bem como Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, além de se conectar com a malha ferroviária nacional.

Serão 700 km de extensão, a serem construídos pela empresa que sair vencedora do edital. Foi definido o modelo privado de exploração, pois nesse formato o Estado faz a chamada pública e as empresas se habilitam a participar de seleção para fazer os investimentos, por sua conta e risco. A empresa vencedora deve aplicar cerca de R$ 12 bilhões no modal.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet