Olhar Direto

Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021

Notícias | Política MT

SEM POLÊMICA

Neri destaca que Progressistas sempre esteve com Bolsonaro e projeta bom entendimento entre ministro e governador

Foto: Olhar Direto

Neri destaca que Progressistas sempre esteve com Bolsonaro e projeta bom entendimento entre ministro e governador
O deputado federal Neri Geller, atual presidente do Progressistas em Mato Grosso, avalia com bons olhos a chegada do novo ministro chefe da Casa Civil no governo Bolsonaro, Ciro Nogueira, e projeta boa relação com o estado, principalmente em questão de obras e destravamento de projetos que irão beneficiar a logísitica do estado. 

Leia mais:
Max comemora convênio do governo para reforma de hospital em Barra do Garças

Neri lembra que o Progressistas sempre foi base de Bolsonaro, inclusive quando teve a eleição da Mesa Diretora da Câmara Federal, quando os aliados do presidente compraram a briga com outras bancadas para eleger Arthur Lira. 

Neri, que acompanhou na última semana o governador Mauro Mendes (DEM) em visita ao Vale do Araguaia, voltou a afirmar que a relação com o Palácio do Planalto sempre foi boa e isso não muda, pelo contrário, melhora muito a situação do partido com o chefe da nação. 

"Eu sempre falei que a nossa relação com o governo Bolsonaro era de relação de compromisso e dar estabilidade. A eleição de Arthur Lira e a presença de ricardo, prova isso. Sempre deixei claro que tínhamos uma relação próxima. A chegada agora Ciro tem capacidade de organizar a relação do Palácio com a Câmara. Bolsonaro sabe que pode contar com o PP. E isso tráz investimentos e destrava planos e políticos, com certeza", disse o deputado. 

Neri disse que assim que soube que o novo ministro era do Progressistas, logo contou para o governador. "Recebi a notícia do Arthur e falei com Mauro Mendes, que a chegada de Cirto pra nós é importante. As obras que precisam acontecer terá uma relação mais próxima do Planalto. Aqui todo mundo sabe. Eu estou próximo da elite do Progressistas. Isso ajuda pacificar algumas situações, a própria questão da extensão da Ferronorte e acelerar a obra da Fico. No final, temos que trabalhar o orçamento. Não pode ficar mais na conversa", frizou Neri.

Sobre sua campanha ao Senado, Neri se mostrou animado, principalmente por estar bem com a base do governo e nos municípios. Segundo ele, por onde chega ele sabe que o sentimento é de boa receptividade. "Sempre falei na imprensa que uma eventual candidatura ao Senado depende da força do trabalho. Se isso concretizar, preciso estar bem com a base e acredito eu que acaba facilitando fazer mais trabalho por estado. Onde chegamos hoje a energia é boa e a população parece que está recebendo bem nosso trabalho por Mato Grosso", concluiu.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook