Olhar Direto

Quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

Prevê volta só em outubro

Emanuel diz que volta às aulas sem vacinação completa é ameaça: “roleta russa da Covid-19”

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Emanuel diz que volta às aulas sem vacinação completa é ameaça: “roleta russa da Covid-19”
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou a afirmar que só retornará com as aulas presenciais nas unidades de ensino da cidade quando todos os profissionais estiverem vacinados com as duas doses. A projeção aponta que isto deve acontecer em outubro. O emedebista aproveitou ainda para alfinetar a decisão do governo do Estado, ao lembrar que atitudes diferentes destas são uma ameaça à vida das pessoas: “roleta russa da Covd-19”.

Leia mais:
Governo confirma retorno das aulas no início de agosto em Mato Grosso
 
“Esta é a maior crise sanitária da história. Estamos em plena pandemia. A pandemia não acabou. Ela diminuiu, ela arrefeceu, mas, toda a hora somos ameaçados com uma nova onda, uma nova variante, uma nova cepa. Então o foco, a minha determinação como prefeito é vacinar toda a população cuiabana. Luto, sonho e brigo, dia e noite. Essa é a melhor arma para enfrentar esse vírus que já dilapidou milhares de famílias em Cuiabá, no Mato Grosso, no Brasil e no mundo inteiro”, salientou Emanuel.
 
O prefeito ainda pontuou que as unidades educacionais não podem ser analisadas da mesma forma como se encara uma repartição pública: “É um equívoco muito grande. Primeiro porque na escola são dezenas de crianças em uma mesma sala, dezenas de profissionais da educação e da comunidade escolar numa mesma unidade. O formato, a geografia da rede física escolar brasileira, permite isso, dezenas de pessoas ou centenas de pessoas migrando diariamente para um mesmo estabelecimento sendo que boa parte delas vão conviver numa sala de aula, fechada, com ar condicionado, um professor e dezenas de alunos durante o dia inteiro, todos os dias da semana. Isso gera uma ameaça, uma facilidade maior de disseminação do vírus do que uma pessoa que vai trabalhar usando máscara, mantendo o distanciamento, convivendo com 10, 12 pessoas numa mesma sala”, explicou.
 
“Determinei inclusive encaminhei uma lei a Câmara Municipal de Cuiabá para que em defesa da saúde e da vida das nossas crianças, em defesa da saúde e da vida dos profissionais da educação da rede pública municipal de Ensino, as aulas em Cuiabá só retornem quando 100% dos profissionais da Educação estiverem vacinados, inclusive com a segunda dose, respeitados os 15 dias após a segunda dose. Com isso teremos segurança total, para que os nossos profissionais possam voltar com segurança as suas unidades de ensino, as nossas crianças voltem com segurança as suas escolas, os pais e a comunidade escolar tenham mais tranquilidade de que não estão levando os seus filhos para uma roleta russa em relação a Covid-19”, acrescentou o prefeito.
 
Emanuel destacou o fato de que, só em Cuiabá, foram mais de 3,1 mil óbitos durante pandemia e, em respeito a dor de quem perdeu um ente querido, trabalha para proteger a saúde e vida das pessoas.
 
“Estamos acelerando a imunização, o que me permite dizer que até outubro, 100% dos profissionais da rede pública municipal de Ensino estarão imunizados e com essa segurança total, inclusive com o prazo determinado, pós a segunda dose, de 15 dias, voltarmos às aulas presenciais hibridas, na rede municipal de ensino”, destacou.
 
O prefeito disse ainda que o Município se planejou desde o primeiro momento para atender os estudantes em situação de vulnerabilidade. “Não deixamos de atender os estudantes mais carentes da rede pública municipal de Ensino, que dependem da escola para se alimentar, e suas famílias, ampliando o kit Alimentação Escolar. Depois focamos na imunização para vacinar todos os profissionais da educação”, disse o prefeito de Cuiabá.
 
Sobre os prejuízos no rendimento escolar dos estudantes da rede pública municipal de Ensino, após um ano e meio sem atividades presenciais, Emanuel Pinheiro disse que a Secretaria Municipal de Educação por meio da equipe pedagógica comandada pela secretária Edilene Machado, já fez esse planejamento.  “Toda a nossa equipe pedagógica, todos os nossos profissionais da rede pública municipal de Ensino, comandados pela secretária Edilene Machado, já prepararam a compensação no ensino e aprendizagem das crianças por esse prejuízo de um ano e meio fora das salas de aula”, explicou.
 
Além disso, em Cuiabá, as atividades pedagógicas continuaram de forma remota, desde o início da pandemia. “Sabemos que tivemos um tempo perdido e, já está sendo planejado de que forma vamos compensar para que as nossas crianças não sejam penalizadas mais do que já foram, em virtude da ausência das aulas presenciais. Mas o que não podemos é por causa de 30 ou de 60 dias, depois de um ano e meio, colocar em risco a saúde e a vida das crianças e dos profissionais da Educação. Toda a segurança é pouco num momento de pandemia”, salientou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Estaduais de volta

O Governo de Mato Grosso confirmou o retorno das aulas nas unidades de ensino estaduais no dia 03 de agosto. Neste primeiro momento, a quantidade de estudantes por sala será limitado. O secretário estadual de Educação (Seduc), Alan Porto, pontuou que todos os protocolos serão seguidos e lembrou que todos os profissionais da Pasta já tomaram pelo menos a primeira dose da vacina.

As aulas em Mato Grosso estavam suspensas desde março de 2020, quando teve início a pandemia. O secretário lembrou ainda que todos os profissionais da educação já receberam a primeira dose.

O secretário disse ainda, sem apresentar dados, que houve um aumento em casos de depressão, abusos e outros entre crianças.

O governo prometeu distribuir máscaras para seus profissionais e todos outros ítens para auxiliar no cumprimento dos protocolos contra a Covid-19. Além disto, as unidades que tiverem profissionais ou alunos que testem positivo para o coronavírus, precisarão de imediato fazer a comunicação.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet